Gostou do artigo? Compartilhe!

Nova diretriz clínica para o tratamento da rinite alérgica da AAO-HNSF

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

A American Academy of Otolaryngology-Head and Neck Surgery Foundation (AAO-HNSF) está abordando oportunidades de melhoria da qualidade no diagnóstico1 e tratamento da rinite2 alérgica em uma nova diretriz de prática clínica multidisciplinar, baseada em evidências, publicada pelo periódico Otolaryngology–Head and Neck Surgery.

As principais recomendações são para o uso de esteroides tópicos e anti-histamínicos orais. A nova diretriz também orienta a prescrição da imunoterapia para alergias específicas, já que a imunoterapia modifica o modo como o sistema imunológico3 do paciente responde aos alérgenos4, uma opção cada vez mais popular, dada recente aprovação pela Food and Drug Administration (FDA) de comprimidos sublinguais usados na imunoterapia. O novo protocolo de tratamento da rinite2 alérgica também esclarece quais devem e quais não devem ser as primeiras linhas de tratamento para esta patologia5.

A rinite2 alérgica ocorre quando uma pessoa inala algo a que é alérgica, como pelos de animais ou pólen, e, em seguida, o revestimento interior do seu nariz6 torna-se inflamado, resultando em congestão nasal, coriza7, espirros ou coceira, como explica a médica Sandra Y. Lin, uma das autoras da nova diretriz.

A diretriz clínica para a rinite2 alérgica foi criada por um grupo multidisciplinar de especialistas em otorrinolaringologia, alergia8 e imunologia, medicina interna, medicina de família, pediatria, medicina do sono, enfermagem pediátrica avançada e medicina complementar e integrativa. Ela pode ser consultada em Clinical Practice Guideline: Allergic Rhinitis

Fontes:

American Academy of Otolaryngology - Head and Neck Surgery

Clinical Practice Guideline: Allergic Rhinitis

NEWS.MED.BR, 2015. Nova diretriz clínica para o tratamento da rinite alérgica da AAO-HNSF. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/742377/nova-diretriz-clinica-para-o-tratamento-da-rinite-alergica-da-aao-hnsf.htm>. Acesso em: 16 nov. 2019.

Complementos

1 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
2 Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
3 Sistema imunológico: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
4 Alérgenos: Substância capaz de provocar reação alérgica em certos indivíduos.
5 Patologia: 1. Especialidade médica que estuda as doenças e as alterações que estas provocam no organismo. 2. Qualquer desvio anatômico e/ou fisiológico, em relação à normalidade, que constitua uma doença ou caracterize determinada doença. 3. Por extensão de sentido, é o desvio em relação ao que é próprio ou adequado ou em relação ao que é considerado como o estado normal de uma coisa inanimada ou imaterial.
6 Nariz: Estrutura especializada que funciona como um órgão do sentido do olfato e que também pertence ao sistema respiratório; o termo inclui tanto o nariz externo como a cavidade nasal.
7 Coriza: Inflamação da mucosa das fossas nasais; rinite, defluxo.
8 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
Gostou do artigo? Compartilhe!