Gostou do artigo? Compartilhe!

Maior risco de diabetes tipo 2 para os que têm níveis mais baixos do hormônio sexual ligador de globulina, segundo artigo do NEJM

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia
A quantidade de hormônio1 sexual ligador de globulina2 (SHBG) circulante está inversamente relacionada à resistência insulínica, segundo estudo publicado no periódico New England Journal of Medicine.

Foi realizado um estudo com mulheres na pós-menopausa3 que não usavam terapia de reposição hormonal (359 com diagnóstico4 recente de diabetes5 e 359 controles). Os cientistas mediram o nível sanguíneo do hormônio1 sexual ligador de globulina2. O estudo foi replicado em homens (170 homens com diagnóstico4 recente de diabetes5 e 170 controles).

Entre as mulheres, os níveis mais altos de SHBG estão associados a menor risco de diabetes tipo 26. Esta associação também aconteceu com os homens. O estudo concluiu que baixos níveis circulantes de SHBG é um fator que prediz o risco de diabetes tipo 26 tanto em homens, como em mulheres.

Os pesquisadores também observaram que as pessoas que tem uma variante de gene chamada rs6259 têm níveis 10% mais elevados de SHBG. Aqueles com a variante rs6257 têm níveis 10% mais baixos de SHBG.

 

Fonte: NEJM de 17 de setembro de 2009
NEWS.MED.BR, 2009. Maior risco de diabetes tipo 2 para os que têm níveis mais baixos do hormônio sexual ligador de globulina, segundo artigo do NEJM. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/41263/maior-risco-de-diabetes-tipo-2-para-os-que-tem-niveis-mais-baixos-do-hormonio-sexual-ligador-de-globulina-segundo-artigo-do-nejm.htm>. Acesso em: 4 jul. 2020.

Complementos

1 Hormônio: Substância química produzida por uma parte do corpo e liberada no sangue para desencadear ou regular funções particulares do organismo. Por exemplo, a insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que diz a outras células quando usar a glicose para energia. Hormônios sintéticos, usados como medicamentos, podem ser semelhantes ou diferentes daqueles produzidos pelo organismo.
2 Globulina: Qualquer uma das várias proteínas globulares pouco hidrossolúveis de uma mesma família que inclui os anticorpos e as proteínas envolvidas no transporte de lipídios pelo plasma.
3 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
4 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
5 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
6 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
Gostou do artigo? Compartilhe!