Gostou do artigo? Compartilhe!

JAMA: biomarcadores inflamatórios e exacerbações da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC)

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

As exacerbações dos sintomas1 respiratórios na doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) têm profundos efeitos negativos e de longa duração nos pacientes portadores desta patologia2.

Com o objetivo de testar a hipótese de que níveis elevados de marcadores inflamatórios em indivíduos com DPOC estável estão associados a um risco aumentado de ter exacerbações, foi realizado um estudo prospectivo3 de coorte4 que examinou 61.650 participantes do Copenhagen City Heart Study (2001-2003) e do Copenhagen General Population Study (2003-2008) que tinham medidas de espirometria5. Destes, 6.574 tinham DPOC, definida como a relação entre o volume expiratório forçado em um segundo (VEF1) e a capacidade vital forçada6 abaixo de 0,7.

Os níveis basais de Proteína C Reativa (PCR7), fibrinogênio8 e contagem de leucócitos9 (biomarcadores inflamatórios) foram medidos quando os participantes não estavam com sintomas1 de exacerbação. As exacerbações foram definidas como:

  1. Monoterapia de curta duração com corticosteroides orais.
  2. Uso de corticoide oral em combinação com um antibiótico.
  3. Admissão hospitalar por sintomas1 respiratórios exacerbados da DPOC.

Os níveis de PCR7, fibrinogênio8 e a contagem de leucócitos9 foram definidos como altos ou baixos de acordo com os pontos de corte de 3 mg/L, 14 nmol/L e 9x109/l, respectivamente.

Os resultados mostraram que níveis simultaneamente elevados de PCR7, fibrinogênio8 e contagem de leucócitos9 em indivíduos com DPOC foram associados a um risco aumentado de ter exacerbações, mesmo em pessoas com DPOC mais suave e naquelas sem exacerbações anteriores. Ainda se faz necessária uma investigação mais profunda para determinar o valor clínico destes biomarcadores para a estratificação de risco.

Fonte: The Journal of the American Medical Association (JAMA), volume 309, número 22, de 12 de junho de 2013

NEWS.MED.BR, 2013. JAMA: biomarcadores inflamatórios e exacerbações da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/359499/jama-biomarcadores-inflamatorios-e-exacerbacoes-da-doenca-pulmonar-obstrutiva-cronica-dpoc.htm>. Acesso em: 13 dez. 2018.

Complementos

1 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
2 Patologia: 1. Especialidade médica que estuda as doenças e as alterações que estas provocam no organismo. 2. Qualquer desvio anatômico e/ou fisiológico, em relação à normalidade, que constitua uma doença ou caracterize determinada doença. 3. Por extensão de sentido, é o desvio em relação ao que é próprio ou adequado ou em relação ao que é considerado como o estado normal de uma coisa inanimada ou imaterial.
3 Prospectivo: 1. Relativo ao futuro. 2. Suposto, possível; esperado. 3. Relativo à preparação e/ou à previsão do futuro quanto à economia, à tecnologia, ao plano social etc. 4. Em geologia, é relativo à prospecção.
4 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
5 Espirometria: Exame que permite aferir o fluxo de ar nas vias aéreas ou brônquios, comparando os resultados com os obtidos por pessoas saudáveis com a mesma idade e altura. Serve para a investigação de sintomas respiratórios; diagnóstico e avaliação de asma, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) ou bronquite causada pelo cigarro; incapacidade funcional; avaliação pós-operatória e avaliação e diagnóstico de doenças respiratórias relacionadas ao trabalho. O exame têm duração média de 30 minutos.
6 Capacidade vital forçada: Representa o volume máximo de ar exalado com esforço máximo, a partir do ponto de máxima inspiração.
7 PCR: Reação em cadeia da polimerase (em inglês Polymerase Chain Reaction - PCR) é um método de amplificação de DNA (ácido desoxirribonucleico).
8 Fibrinogênio: Proteína plasmática precursora da fibrina (que dá origem à fibrina) e que participa da coagulação sanguínea.
9 Leucócitos: Células sangüíneas brancas. Compreendem tanto os leucócitos granulócitos (BASÓFILOS, EOSINÓFILOS e NEUTRÓFILOS) como os não granulócitos (LINFÓCITOS e MONÓCITOS). Sinônimos: Células Brancas do Sangue; Corpúsculos Sanguíneos Brancos; Corpúsculos Brancos Sanguíneos; Corpúsculos Brancos do Sangue; Células Sanguíneas Brancas
Gostou do artigo? Compartilhe!

Complementos

20/06/2013 - Complemento feito por laci
Re: JAMA: biomarcadores inflamatórios e exacerbações da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC)
O artigo é muito bom ,esclareceu muitas dúvidas referentes ao assunto .Agradeço .

  • Entrar
  • Assinar
O news.med.br® é parte integrante da Plataforma HiDoctor® e é oferecido a você gratuitamente.