Atalho: 6K3GK4X
Gostou do artigo? Compartilhe!

GUT: antioxidantes na dieta podem ajudar a reduzir risco de câncer de pâncreas em até 67%

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Estudo de coorte1, publicado no periódico GUT - An International Journal of Gastroenterology and Hepatology, utilizando dados de diários alimentares e biomarcadores mostrou que a presença de antioxidantes como vitamina2 C, vitamina2 E, selênio e zinco na dieta podem reduzir o risco de câncer3 de pâncreas4.

Para investigar se a dieta antioxidante com vitaminas C e E, selênio e zinco pode diminuir o risco de desenvolver câncer3 pancreático, foi realizado um estudo que utilizou, pela primeira vez, diários de sete dias de consumo de alimentos, metodologia mais precisa de dieta em trabalho prospectivo5.

O projeto envolveu 23.658 participantes, com idades entre 40 a 74 anos, recrutados para o estudo European Prospective Investigation of Cancer3 (EPIC) Norfolk Study. Os participantes preencheram diários de sete dias registrando o consumo de alimentos, marcas e tamanhos das porções ingeridas. A ingestão de nutrientes foi calculada naqueles diagnosticados mais tarde com câncer3 pancreático e em 3.970 controles, usando um programa de computador com informações sobre 11.000 alimentos. A vitamina2 C foi medida em amostras de soro6. O risco de desenvolver câncer3 de pâncreas4 foi estimado em quartis de consumo. Os pacientes e o grupo controle foram divididos em quartis de ingestão de vitamina2 C, vitamina2 E, selênio e zinco. Aqueles que estavam no mais alto dos três quartis para cada uma das vitaminas C e E e para o selênio tiveram uma redução de 67% no risco para câncer3 de pâncreas4, em comparação com os participantes no quartil mais baixo (HR 0,33, IC95% 0,13-0,84, P<0,05).

Estes resultados apoiam a medição de antioxidantes em estudos que investigam a etiologia7 do câncer3 de pâncreas4, disse Andrew R. Hart, da University of East Anglia, em Norwich. Se a associação é causal, um em 12 casos de câncer3 de pâncreas4 pode ser prevenido evitando a menor ingestão de antioxidantes.

Fonte: GUT, publicação online, de 23 de julho de 2012 

NEWS.MED.BR, 2012. GUT: antioxidantes na dieta podem ajudar a reduzir risco de câncer de pâncreas em até 67%. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/310715/gut-antioxidantes-na-dieta-podem-ajudar-a-reduzir-risco-de-cancer-de-pancreas-em-ate-67.htm>. Acesso em: 22 set. 2019.

Complementos

1 Estudo de coorte: Um estudo de coorte é realizado para verificar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.
2 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
3 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
4 Pâncreas: Órgão nodular (no ABDOME) que abriga GLÂNDULAS ENDÓCRINAS e GLÂNDULAS EXÓCRINAS. A pequena porção endócrina é composta pelas ILHOTAS DE LANGERHANS, que secretam vários hormônios na corrente sangüínea. A grande porção exócrina (PÂNCREAS EXÓCRINO) é uma glândula acinar composta, que secreta várias enzimas digestivas no sistema de ductos pancreáticos (que desemboca no DUODENO).
5 Prospectivo: 1. Relativo ao futuro. 2. Suposto, possível; esperado. 3. Relativo à preparação e/ou à previsão do futuro quanto à economia, à tecnologia, ao plano social etc. 4. Em geologia, é relativo à prospecção.
6 Soro: Chama-se assim qualquer líquido de características cristalinas e incolor.
7 Etiologia: 1. Ramo do conhecimento cujo objeto é a pesquisa e a determinação das causas e origens de um determinado fenômeno. 2. Estudo das causas das doenças.
Gostou do artigo? Compartilhe!