Gostou do artigo? Compartilhe!

Pessoas com insônia têm mais chances de sofrer de paranoias, como a mania de perseguição, segundo pesquisadores do King's College

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Pesquisadores do Departamento de Psicologia e do Instituto de Psiquiatria do King's College, em Londres, realizaram um estudo que avaliou a relação entre insônia e paranoia, principalmente em relação às idéias persecutórias. Insônia severa ou moderada estava presente em mais de 50% do grupo com desilusão persecutória.

O objetivo do estudo foi examinar, pela primeira vez, a associação dos sintomas1 de insônia e de paranoia em uma  população de pessoas saudáveis e em indivíduos com idéias persecutórias atendidos em serviços psiquiátricos. Participaram da pesquisa 300 indivíduos saudáveis e 30 indivíduos com desilusão persecutória e diagnóstico2 de psicose3 não afetiva.

Os resultados mostraram que os sintomas1 de insônia foram claramente associados com altos níveis de idéias persecutórias. Insônia severa ou moderada estava presente em mais de 50% do grupo com desilusão persecutória. Este estudo fornece, pela primeira vez, evidências de que a insônia é comum em indivíduos com paranoia.

A implicação é que intervenções que tratem a insônia neste grupo podem levar a benefícios adicionais para a redução da paranoia.

Fonte: Schizophrenia Research

NEWS.MED.BR, 2009. Pessoas com insônia têm mais chances de sofrer de paranoias, como a mania de perseguição, segundo pesquisadores do King's College. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/28155/pessoas-com-insonia-tem-mais-chances-de-sofrer-de-paranoias-como-a-mania-de-perseguicao-segundo-pesquisadores-do-king-s-college.htm>. Acesso em: 4 abr. 2020.

Complementos

1 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
2 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
3 Psicose: Grupo de doenças psiquiátricas caracterizadas pela incapacidade de avaliar corretamente a realidade. A pessoa psicótica reestrutura sua concepção de realidade em torno de uma idéia delirante, sem ter consciência de sua doença.
Gostou do artigo? Compartilhe!