Atalho: 6CA04AF
Gostou do artigo? Compartilhe!

Molécula encontrada em bactérias impede o crescimento do câncer de mama, publicado pela Nature Chemistry

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Cientistas descobriram como uma molécula encontrada primeiramente em bactérias bloqueia uma proteína que colabora para o crescimento e o desenvolvimento do câncer1 de mama2, revela pesquisa publicada na revista Nature Chemistry.

A pesquisa, realizada pela Universidade de Cambridge e financiada pelo Biotechnology and Biological Sciences Research Council (BBSRC), revelou em nível molecular a forma como a tiostreptona – uma molécula natural que protege contra o câncer1 – fixa-se a uma proteína, chamada FOXM1, impedindo o seu trabalho e protegendo contra o câncer1 de mama2.

A FOXM1 está presente em maior quantidade nas células3 do câncer1 de mama2. Ela se une a segmentos específicos do DNA, trechos de comutação entre genes que regulam o crescimento e a divisão das células3. Ela também causa a disseminação tumoral por desencadear o crescimento de vasos sanguíneos4 que abastecem de nutrientes os tumores, facilitando o seu crescimento. Bloqueando esta proteína, a tiostreptona pode prevenir o desenvolvimento do câncer1 em fase precoce, bem como o crescimento do tumor5 e a sua propagação.

O desenvolvimento de medicamentos para impedir a ação de proteínas6 como a FOXM1 é um enorme desafio para os cientistas. No entanto, acredita-se que esta nova informação permitirá aos pesquisadores projetarem pequenas moléculas que imitem a tiostreptona - mas que sejam ainda mais eficazes no bloqueio do crescimento de tumores.

O autor do estudo, o professor Shankar Balasubramanian do Cancer1 Research UK’s Cambridge Research Institute e do Departmento de Química da Universidade de Cambridge, disse: "Antes desta pesquisa, não tínhamos conhecimento de qualquer produto natural que pudesse atingir diretamente uma proteína que controla uma atividade genética. No entanto, curiosamente uma molécula encontrada em bactérias - que também tem fortes efeitos antibióticos - faz isso muito bem, ela desliga genes causadores de câncer1 em células3 de câncer1 de mama2. Esta molécula de ocorrência natural não tem todas as propriedades adequadas para serem usadas como um tratamento para o câncer1 de mama2 em si. Mas esta descoberta excitante abre caminho para a concepção7 de fármacos mais potentes e seletivos com base na estrutura da tiostreptona para bloquear a proteína FOXM1".

Fontes:

Nature Chemistry, publicação online de setembro de 2011

University of Cambridge – Research News

NEWS.MED.BR, 2012. Molécula encontrada em bactérias impede o crescimento do câncer de mama, publicado pela Nature Chemistry. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/262075/molecula-encontrada-em-bacterias-impede-o-crescimento-do-cancer-de-mama-publicado-pela-nature-chemistry.htm>. Acesso em: 28 nov. 2021.

Complementos

1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
3 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
4 Vasos Sanguíneos: Qualquer vaso tubular que transporta o sangue (artérias, arteríolas, capilares, vênulas e veias).
5 Tumor: Termo que literalmente significa massa ou formação de tecido. É utilizado em geral para referir-se a uma formação neoplásica.
6 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
7 Concepção: O início da gravidez.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Complementos

25/02/2012 - Complemento feito por marcos
Re: Molécula encontrada em bactérias impede o crescimento do câncer de mama, publicado pela Nature Chemistry
Os estudos em BIOFÁRMACOS- fármacos que inicialmente são descobertos em processos metabólicos de outros seres vivos, tendem a ser uma rica fonte de novas alternativas, para TRATAR DOENÇAS QUE ATÉ ENTÃO TINHAMOS O HORIZONTE TERAPÊUTICO RESTRITO.

Esta restrição se dava pelo fato,de estarmos centralizados em síntese de moléculas análogas aos medicamentos já conhecidos, sendo realmente poucos casos de novas moléculas nos últimos anos.

Com o avanço da BIOTECNOLOGIA, podemos agora vislumbrar possibilidades de estudo de moléculas em organismos vivos, suas funções e possíveis aplicações terapêuticas.

No caso do artigo citado,temos uam molécula que bloqueia proteínas que são essenciais para a multiplicação de células neoplásicas, porém encontrada em bactérias, o que nos mostra que podemos usar outros seres vivos para podermos responder algumas questões essenciais, no que diz respeito a nosso metabolismo.

Porém , como observado, podemos dizer que a descoberta de uma molécula que possui propriedade supressora de síntese de outras biomoléculas, ainda está longe de poder ser usada como um medicamento comercial,mas que certamente avança em termos de pesquisa, isto é certo, pois os biofármacos, em sentido mais amplo, são realmente uma grande contribuição terapêutica, daí a necessidade de preservar nossa biodiversidade, pois encontraremos nela, as respostas aos grandes problemas de saúde da humanidade, porém com a necessidade de grandes investimentos em ciência e tecnologia.

  • Entrar
  • Receber conteúdos