Gostou do artigo? Compartilhe!

Célula-tronco que contribui para a formação de vértebras também estimula o crescimento de metástases na coluna vertebral

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

A disseminação de células1 cancerígenas para outros órgãos, denominada metástase2, é a principal causa de morte relacionada ao câncer3. O osso é um local comum para a propagação de cânceres originados em vários órgãos, particularmente na mama4 e na próstata5. Isso ocorre porque o microambiente ósseo pode atrair células1 tumorais e promover o crescimento dessas células1 para formar metástases6 destruidoras dos ossos.

Em estudo publicado na revista Nature, pesquisadores fornecem informações sobre os processos subjacentes à disseminação de tumores para os ossos.

Eles relatam que o câncer3 de mama4 geralmente se espalha para a coluna vertebral7, e células-tronco8 recém-descobertas podem explicar o porquê. Esse novo tipo de célula-tronco9 dá origem à coluna vertebral7, e ajuda a conduzir as frequentes metástases6 de tumores de mama4 e outros tipos de câncer3 para esse local.

No artigo publicado, os pesquisadores relatam essa linhagem de células-tronco8 esqueléticas vertebrais causando metástase2.

Segundo eles, o osso vertebral está sujeito a um conjunto distinto de processos de doenças dos ossos longos10, incluindo uma taxa muito maior de metástases6 de tumores sólidos. A base para esta biologia distinta do osso vertebral permaneceu até agora desconhecida.

Neste estudo, identificou-se uma célula-tronco9 esquelética vertebral (CTEv) que co-expressa ZIC1 e PAX1 juntamente com marcadores adicionais de superfície celular. As CTEvs exibem evidências formais de stemness (termo em inglês que denota o quão capaz de diferenciação e proliferação uma célula-tronco9 é), incluindo autorrenovação, retenção de rótulo e posição no ápice de sua hierarquia de diferenciação.

Leia sobre "O que são metástases6", "Células-tronco8" e "Tratamento das metástases6 ósseas".

As CTEvs são mediadores fisiológicos da formação óssea vertebral, pois o bloqueio genético da capacidade das CTEvs de gerar osteoblastos resulta em defeitos no arco neural vertebral e no corpo. As contrapartes humanas de CTEvs podem ser identificadas em amostras de placas11 terminais vertebrais e exibem uma hierarquia de diferenciação conservada e características de stemness.

Múltiplas linhas de evidência indicam que as CTEvs contribuem para as altas taxas de tropismo12 metastático vertebral observado no câncer3 de mama4, devido em parte ao aumento da secreção do novo fator trófico13 metastático MFGE8.

Juntos, esses resultados indicam que as células-tronco8 esqueléticas vertebrais são distintas de outras células-tronco8 esqueléticas e medeiam a fisiologia14 e patologia15 únicas das vértebras, inclusive contribuindo para a alta taxa de metástase2 vertebral.

 

Fonte: Nature, publicação em 13 de setembro de 2023.

 

NEWS.MED.BR, 2023. Célula-tronco que contribui para a formação de vértebras também estimula o crescimento de metástases na coluna vertebral. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1460310/celula-tronco-que-contribui-para-a-formacao-de-vertebras-tambem-estimula-o-crescimento-de-metastases-na-coluna-vertebral.htm>. Acesso em: 29 mai. 2024.

Complementos

1 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
2 Metástase: Formação de tecido tumoral, localizada em um lugar distante do sítio de origem. Por exemplo, pode se formar uma metástase no cérebro originário de um câncer no pulmão. Sua gravidade depende da localização e da resposta ao tratamento instaurado.
3 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
4 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
5 Próstata: Glândula que (nos machos) circunda o colo da BEXIGA e da URETRA. Secreta uma substância que liquefaz o sêmem coagulado. Está situada na cavidade pélvica (atrás da parte inferior da SÍNFISE PÚBICA, acima da camada profunda do ligamento triangular) e está assentada sobre o RETO.
6 Metástases: Formação de tecido tumoral, localizada em um lugar distante do sítio de origem. Por exemplo, pode se formar uma metástase no cérebro originário de um câncer no pulmão. Sua gravidade depende da localização e da resposta ao tratamento instaurado.
7 Coluna vertebral:
8 Células-tronco: São células primárias encontradas em todos os organismos multicelulares que retêm a habilidade de se renovar por meio da divisão celular mitótica e podem se diferenciar em uma vasta gama de tipos de células especializadas.
9 Célula-tronco: São células primárias encontradas em todos os organismos multicelulares que retêm a habilidade de se renovar por meio da divisão celular mitótica e podem se diferenciar em uma vasta gama de tipos de células especializadas.
10 Ossos longos: Exemplo: Fêmur
11 Placas: 1. Lesões achatadas, semelhantes à pápula, mas com diâmetro superior a um centímetro. 2. Folha de material resistente (metal, vidro, plástico etc.), mais ou menos espessa. 3. Objeto com formato de tabuleta, geralmente de bronze, mármore ou granito, com inscrição comemorativa ou indicativa. 4. Chapa que serve de suporte a um aparelho de iluminação que se fixa em uma superfície vertical ou sobre uma peça de mobiliário, etc. 5. Placa de metal que, colocada na dianteira e na traseira de um veículo automotor, registra o número de licenciamento do veículo. 6. Chapa que, emitida pela administração pública, representa sinal oficial de concessão de certas licenças e autorizações. 7. Lâmina metálica, polida, usualmente como forma em processos de gravura. 8. Área ou zona que difere do resto de uma superfície, ordinariamente pela cor. 9. Mancha mais ou menos espessa na pele, como resultado de doença, escoriação, etc. 10. Em anatomia geral, estrutura ou órgão chato e em forma de placa, como uma escama ou lamela. 11. Em informática, suporte plano, retangular, de fibra de vidro, em que se gravam chips e outros componentes eletrônicos do computador. 12. Em odontologia, camada aderente de bactérias que se forma nos dentes.
12 Tropismo: Reação de organismos fixos ou de suas partes, que consiste na mudança de orientação determinada por estímulos externos, dita positiva quando em direção ao estímulo e negativa quando se afasta do mesmo.
13 Trófico: Relativo à nutrição. Em biologia, é relativo a ou próprio de alimento ou do processo de alimentação.
14 Fisiologia: Estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos, especialmente dos processos físico-químicos que ocorrem nas células, tecidos, órgãos e sistemas dos seres vivos sadios.
15 Patologia: 1. Especialidade médica que estuda as doenças e as alterações que estas provocam no organismo. 2. Qualquer desvio anatômico e/ou fisiológico, em relação à normalidade, que constitua uma doença ou caracterize determinada doença. 3. Por extensão de sentido, é o desvio em relação ao que é próprio ou adequado ou em relação ao que é considerado como o estado normal de uma coisa inanimada ou imaterial.
Gostou do artigo? Compartilhe!