Gostou do artigo? Compartilhe!

Neurônios nociceptores afetam a imunovigilância do câncer

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Os tumores sólidos são inervados por fibras nervosas que se originam dos sistemas nervoso periférico autônomo e sensitivo. Ainda não está claro se a neo-inervação de tumores por neurônios1 sensoriais que iniciam a dor afeta a imunovigilância do câncer2.

Neste estudo, publicado na revista Nature, mostrou-se que as células3 de melanoma4 interagem com os neurônios1 nociceptores, levando a aumentos em seu crescimento de neurites5, em sua capacidade de resposta a ligantes nocivos e na liberação de neuropeptídeos.

O peptídeo relacionado ao gene da calcitonina6 (CGRP) – um desses neuropeptídeos produzidos por nociceptores – aumenta diretamente o esgotamento das células3 T CD8+ citotóxicas, o que limita sua capacidade de eliminar o melanoma4.

A ablação7 genética da linhagem TRPV1, o silenciamento farmacológico local de nociceptores e o antagonismo do receptor de CGRP RAMP1 reduziram o esgotamento dos leucócitos8 infiltrados no tumor9 e diminuíram o crescimento de tumores, quase triplicando a taxa de sobrevivência10 de camundongos que foram inoculados com células3 de melanoma4 B16F10.

Por outro lado, a exaustão de células3 T CD8+ foi resgatada em camundongos com depleção11 de neurônios1 sensoriais que foram tratados com CGRP recombinante local.

Em comparação com as células3 T CD8+ de tipo selvagem, as células3 T Ramp1-/- CD8+ foram protegidas contra a exaustão quando co-transplantadas em camundongos portadores de tumor9 com deficiência de Rag1.

O sequenciamento de RNA de célula12 única de biópsias13 de pacientes com melanoma4 revelou que as células3 T CD8+ que expressam RAMP1 intratumoral estavam mais esgotadas do que suas contrapartes negativas para RAMP1, enquanto a superexpressão de RAMP1 se correlacionou com um pior prognóstico14 clínico.

No geral, esses resultados sugerem que reduzir a liberação de CGRP de nociceptores que inervam tumores pode ser uma estratégia para melhorar a imunidade15 antitumoral, eliminando os efeitos imunomoduladores do CGRP nas células3 T CD8+ citotóxicas.

Leia sobre "Sistema imunológico16", "Melanoma4" e "Câncer2 - informações importantes".

 

Fonte: Nature, publicação em 02 de novembro de 2022.

 

NEWS.MED.BR, 2022. Neurônios nociceptores afetam a imunovigilância do câncer. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1429325/neuronios-nociceptores-afetam-a-imunovigilancia-do-cancer.htm>. Acesso em: 5 dez. 2022.

Complementos

1 Neurônios: Unidades celulares básicas do tecido nervoso. Cada neurônio é formado por corpo, axônio e dendritos. Sua função é receber, conduzir e transmitir impulsos no SISTEMA NERVOSO. Sinônimos: Células Nervosas
2 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
3 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
4 Melanoma: Neoplasia maligna que deriva dos melanócitos (as células responsáveis pela produção do principal pigmento cutâneo). Mais freqüente em pessoas de pele clara e exposta ao sol.Podem derivar de manchas prévias que mudam de cor ou sangram por traumatismos mínimos, ou instalar-se em pele previamente sã.
5 Neurites: Inflamação de um nervo. Pode manifestar-se por neuralgia, déficit sensitivo, formigamentos e/ou diminuição da força muscular, dependendo das características do nervo afetado (sensitivo ou motor). Esta inflamação pode ter causas infecciosas, traumáticas ou metabólicas.
6 Calcitonina: Hormônio secretado pela glândula tireoide que inibe a perda de cálcio dos ossos.
7 Ablação: Extirpação de qualquer órgão do corpo.
8 Leucócitos: Células sangüíneas brancas. Compreendem tanto os leucócitos granulócitos (BASÓFILOS, EOSINÓFILOS e NEUTRÓFILOS) como os não granulócitos (LINFÓCITOS e MONÓCITOS). Sinônimos: Células Brancas do Sangue; Corpúsculos Sanguíneos Brancos; Corpúsculos Brancos Sanguíneos; Corpúsculos Brancos do Sangue; Células Sanguíneas Brancas
9 Tumor: Termo que literalmente significa massa ou formação de tecido. É utilizado em geral para referir-se a uma formação neoplásica.
10 Sobrevivência: 1. Ato ou efeito de sobreviver, de continuar a viver ou a existir. 2. Característica, condição ou virtude daquele ou daquilo que subsiste a um outro. Condição ou qualidade de quem ainda vive após a morte de outra pessoa. 3. Sequência ininterrupta de algo; o que subsiste de (alguma coisa remota no tempo); continuidade, persistência, duração.
11 Depleção: 1. Em patologia, significa perda de elementos fundamentais do organismo, especialmente água, sangue e eletrólitos (sobretudo sódio e potássio). 2. Em medicina, é o ato ou processo de extração de um fluido (por exxemplo, sangue) 3. Estado ou condição de esgotamento provocado por excessiva perda de sangue. 4. Na eletrônica, em um material semicondutor, medição da densidade de portadores de carga abaixo do seu nível e do nível de dopagem em uma temperatura específica.
12 Célula: Unidade funcional básica de todo tecido, capaz de se duplicar (porém algumas células muito especializadas, como os neurônios, não conseguem se duplicar), trocar substâncias com o meio externo à célula, etc. Possui subestruturas (organelas) distintas como núcleo, parede celular, membrana celular, mitocôndrias, etc. que são as responsáveis pela sobrevivência da mesma.
13 Biópsias: 1. Retirada de material celular ou de um fragmento de tecido de um ser vivo para determinação de um diagnóstico. 2. Exame histológico e histoquímico. 3. Por metonímia, é o próprio material retirado para exame.
14 Prognóstico: 1. Juízo médico, baseado no diagnóstico e nas possibilidades terapêuticas, em relação à duração, à evolução e ao termo de uma doença. Em medicina, predição do curso ou do resultado provável de uma doença; prognose. 2. Predição, presságio, profecia relativos a qualquer assunto. 3. Relativo a prognose. 4. Que traça o provável desenvolvimento futuro ou o resultado de um processo. 5. Que pode indicar acontecimentos futuros (diz-se de sinal, sintoma, indício, etc.). 6. No uso pejorativo, pernóstico, doutoral, professoral; prognóstico.
15 Imunidade: Capacidade que um indivíduo tem de defender-se perante uma agressão bacteriana, viral ou perante qualquer tecido anormal (tumores, enxertos, etc.).
16 Sistema imunológico: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
Gostou do artigo? Compartilhe!