Atalho: 5RDTD05
Gostou do artigo? Compartilhe!

Troponina T pode ajudar a identificar doença cardíaca em adultos saudáveis, de acordo com artigo publicado no JAMA

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Os idosos são maioria entre aqueles com diagnóstico1 de insuficiência cardíaca2, mas a identificação dos fatores de risco tradicionais apresenta acurácia limitada para prever o risco de hospitalização e morte por doenças cardiovasculares3 nesta população.

O objetivo do estudo publicado no The Journal of the American Medical Association (JAMA) foi determinar se dosagens de troponina T (cTnT) em idosos estavam associadas ao risco de hospitalização e morte por eventos cardiovasculares.

Foi realizado um estudo longitudinal com a participação de 4221 adultos, com 65 anos ou mais, sem insuficiência cardíaca2 prévia, nos quais foi dosada a cTnT no início da pesquisa e 2 ou 3 anos após (n=2918). Os resultados mostram que, entre os participantes com as mais altas concentrações de cTnT, a incidência4 de insuficiência cardíaca2 e morte por doenças cardiovasculares3 foi maior do que naqueles com níveis de cTnT não detectáveis. Para aqueles com níveis inicialmente detectáveis e que apresentaram um aumento de mais de 50% nas dosagens posteriores, há um alto risco para insuficiência cardíaca2 e morte por doença cardíaca. Para os que tiveram uma diminuição de mais de 50% nos níveis de cTnT, há um risco reduzido para estas doenças quando comparados aos que apresentaram uma variação de dosagens menor que 50%.

Isto mostra que nesta coorte5 de idosos sem história prévia de insuficiência cardíaca2, as variações nas dosagens de cTnT estão significativamente associadas à incidência4 de insuficiência cardíaca2 e mortes por doenças cardiovasculares3.

Fonte: JAMA – volume 304, número 22, de dezembro de 2010

NEWS.MED.BR, 2010. Troponina T pode ajudar a identificar doença cardíaca em adultos saudáveis, de acordo com artigo publicado no JAMA. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/142312/troponina-t-pode-ajudar-a-identificar-doenca-cardiaca-em-adultos-saudaveis-de-acordo-com-artigo-publicado-no-jama.htm>. Acesso em: 10 jul. 2020.

Complementos

1 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
2 Insuficiência Cardíaca: É uma condição na qual a quantidade de sangue bombeada pelo coração a cada minuto (débito cardíaco) é insuficiente para suprir as demandas normais de oxigênio e de nutrientes do organismo. Refere-se à diminuição da capacidade do coração suportar a carga de trabalho.
3 Doenças cardiovasculares: Doença do coração e vasos sangüíneos (artérias, veias e capilares).
4 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
5 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
Gostou do artigo? Compartilhe!