Gostou do artigo? Compartilhe!

Coração artificial com sistema de autorregulação do fluxo sanguíneo baseada em sensor de pressão tem bons resultados contra insuficiência cardíaca

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Um coração1 artificial ainda em testes iniciais poderia conferir mais autonomia para pessoas com casos graves de insuficiência cardíaca2. O dispositivo possui um mecanismo de autorregulação que se adapta ao dia a dia do paciente e exigiria menos ajustes e idas a centros médicos ao longo do tempo.

O equipamento recebeu o nome de CARMAT-Total Artificial Heart (C-TAH), e protagonizou um estudo publicado no periódico científico ASAIO Journal, da Sociedade Americana de Órgãos Internos Artificiais.

O C-TAH foi desenvolvido para fornecer terapia de reposição cardíaca para pacientes3 com insuficiência4 biventricular em estágio terminal. O estudo detalha a confiabilidade e eficácia do mecanismo de controle do dispositivo de autorregulação (modo automático), projetado para imitar as respostas fisiológicas5 normais às mudanças nas necessidades do paciente.

Os dados hemodinâmicos de uma coorte6 contínua de 10 pacientes implantados com o dispositivo, registrados ao longo de 1.842 dias de suporte no modo automático, foram analisados ​​em relação às mudanças diárias nas necessidades fisiológicas5.

O C-TAH usa sensores de pressão incorporados para regular a saída do bombeamento. As saídas ventriculares direita e esquerda são balanceadas automaticamente. O operador define os valores alvo e o algoritmo integrado ajusta o volume sistólico e a taxa de batimento e, portanto, o débito cardíaco7, automaticamente. O modo automático é definido no período perioperatório após a estabilização hemodinâmica8 inicial do bypass postaliopulmonar.

Todos os pacientes apresentaram uma gama de pressões de entrada médias entre 5 e 20 mmHg durante suas atividades diárias, resultando em respostas de débito cardíaco7 entre 4,3 e 7,3 L/min. Os ajustes do operador foram cumulativamente exigidos apenas em 20 ocasiões.

Este relatório demonstra que o modo automático do C-TAH produz efetivamente respostas fisiológicas5 adequadas que refletem as mudanças nas necessidades diárias dos pacientes e representa uma das características únicas deste dispositivo no fornecimento de terapia de substituição cardíaca quase fisiológica9.

Leia sobre "Insuficiência cardíaca congestiva10", "Doenças cardiovasculares11" e "Cor pulmonale".

 

Fonte: ASAIO Journal, publicação em 16 de junho de 2021.

 

NEWS.MED.BR, 2021. Coração artificial com sistema de autorregulação do fluxo sanguíneo baseada em sensor de pressão tem bons resultados contra insuficiência cardíaca. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1398515/coracao-artificial-com-sistema-de-autorregulacao-do-fluxo-sanguineo-baseada-em-sensor-de-pressao-tem-bons-resultados-contra-insuficiencia-cardiaca.htm>. Acesso em: 19 set. 2021.

Complementos

1 Coração: Órgão muscular, oco, que mantém a circulação sangüínea.
2 Insuficiência Cardíaca: É uma condição na qual a quantidade de sangue bombeada pelo coração a cada minuto (débito cardíaco) é insuficiente para suprir as demandas normais de oxigênio e de nutrientes do organismo. Refere-se à diminuição da capacidade do coração suportar a carga de trabalho.
3 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
4 Insuficiência: Incapacidade de um órgão ou sistema para realizar adequadamente suas funções.Manifesta-se de diferentes formas segundo o órgão comprometido. Exemplos: insuficiência renal, hepática, cardíaca, respiratória.
5 Fisiológicas: Relativo à fisiologia. A fisiologia é estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos, especialmente dos processos físico-químicos que ocorrem nas células, tecidos, órgãos e sistemas dos seres vivos sadios.
6 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
7 Débito cardíaco: Quantidade de sangue bombeada pelo coração para a aorta a cada minuto.
8 Hemodinâmica: Ramo da fisiologia que estuda as leis reguladoras da circulação do sangue nos vasos sanguíneos tais como velocidade, pressão etc.
9 Fisiológica: Relativo à fisiologia. A fisiologia é estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos, especialmente dos processos físico-químicos que ocorrem nas células, tecidos, órgãos e sistemas dos seres vivos sadios.
10 Insuficiência Cardíaca Congestiva: É uma incapacidade do coração para efetuar as suas funções de forma adequada como conseqüência de enfermidades do próprio coração ou de outros órgãos. O músculo cardíaco vai diminuindo sua força para bombear o sangue para todo o organismo.
11 Doenças cardiovasculares: Doença do coração e vasos sangüíneos (artérias, veias e capilares).
Gostou do artigo? Compartilhe!