Gostou do artigo? Compartilhe!

Estudo identifica melhor sobrevivência após conservação da mama em comparação com a mastectomia em pacientes com câncer de mama

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Estudos de coorte1 mostram melhor sobrevida2 após cirurgia conservadora da mama3 (CCM) com radioterapia4 (RT) pós-operatória do que após mastectomia5 (Mx) sem RT. Ainda não está claro se este é um efeito independente ou uma consequência do viés de seleção.

O objetivo desse estudo, publicado pelo JAMA Surgery, foi determinar se o benefício de sobrevivência6 relatado da conservação da mama3 em comparação com a mastectomia5 é eliminado pelo ajuste para dois fatores de confusão principais: comorbidade7 e status socioeconômico.

Este estudo de coorte8 usou dados nacionais coletados prospectivamente do sistema de saúde9 pública sueco: dados clínicos nacionais do Registro Nacional de Qualidade do Câncer10 de Mama3, dados de comorbidade7 dos Registros de Pacientes do Conselho Nacional de Saúde9 e Bem-Estar e dados de educação e renda em nível individual do Estatísticas da Suécia.

A coorte11 incluiu todas as mulheres com diagnóstico12 de câncer10 de mama3 invasivo primário T1-2 N0-2 e submetidas à cirurgia de mama3 na Suécia de 2008 a 2017. Os dados foram analisados ​​entre 19 de agosto de 2020 e 12 de novembro de 2020.

Leia sobre "Câncer10 de mama3 - o que é", "Recomendações para tratamento do câncer10 de mama3" e "Prevenção do câncer10".

A exposição do estudo foi o tratamento locorregional comparando 3 grupos: cirurgia conservadora da mama3 com radioterapia4 (CCM + RT), mastectomia5 sem radioterapia4 (Mx - RT) e mastectomia5 com radioterapia4 (Mx + RT).

Os principais resultados e medidas foram a sobrevida2 geral (SG) e sobrevida2 específica ao câncer10 de mama3 (SECM). Os principais resultados foram determinados antes do início da recuperação de dados.

Entre 48.986 mulheres, 29.367 (59,9%) tiveram CCM + RT, 12.413 (25,3%) tiveram Mx - RT e 7.206 (14,7%) tiveram Mx + RT. O acompanhamento médio foi de 6,28 anos (variação, 0,01-11,70).

Morte por todas as causas ocorreu em 6.573 casos, com morte causada por câncer10 de mama3 em 2.313 casos; a sobrevida2 geral de 5 anos foi de 91,1% (IC 95%, 90,8-91,3) e a sobrevida2 específica ao câncer10 de mama3 foi de 96,3% (IC 95%, 96,1-96,4).

Além das diferenças esperadas nos parâmetros clínicos, as mulheres que receberam Mx - RT eram mais velhas, tinham um nível de educação mais baixo e menor renda. Ambos os grupos de mastectomia5 tiveram uma carga de comorbidade7 mais elevada, independentemente da radioterapia4.

Após o ajuste gradual para todas as covariáveis, SG e SECM foram significativamente piores após Mx - RT (razão de risco [HR], 1,79; IC 95%, 1,66-1,92 e HR, 1,66; IC 95%, 1,45-1,90, respectivamente) e Mx + RT (HR, 1,24; IC 95%, 1,13-1,37 e HR, 1,26; IC 95%, 1,08-1,46, respectivamente) do que após CCM + RT.

Assim, este grande estudo de coorte8 concluiu que a sobrevida2 geral e específica ao câncer10 de mama3 foi significativamente melhor após a cirurgia conservadora da mama3 seguida de radioterapia4 do que após a mastectomia5 com ou sem radioterapia4, apesar do ajuste gradual para as características do tumor13, tratamento, demografia, comorbidade7 e histórico socioeconômico.

A conservação da mama3 parece oferecer um benefício de sobrevivência6 independente dos fatores de confusão medidos e deve ter prioridade se a conservação da mama3 e a mastectomia5 forem opções válidas.

Veja também sobre "Informações e cuidados sobre o câncer10 de mama3", "Exames preventivos que toda mulher deve fazer" e "Plástica das mamas14".

 

Fonte: JAMA Surgery, publicação em 05 de maio de 2021.

 

NEWS.MED.BR, 2021. Estudo identifica melhor sobrevivência após conservação da mama em comparação com a mastectomia em pacientes com câncer de mama. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1394565/estudo-identifica-melhor-sobrevivencia-apos-conservacao-da-mama-em-comparacao-com-a-mastectomia-em-pacientes-com-cancer-de-mama.htm>. Acesso em: 16 jun. 2021.

Complementos

1 Estudos de coorte: Um estudo de coorte é realizado para verificar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.
2 Sobrevida: Prolongamento da vida além de certo limite; prolongamento da existência além da morte, vida futura.
3 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
4 Radioterapia: Método que utiliza diversos tipos de radiação ionizante para tratamento de doenças oncológicas.
5 Mastectomia: Cirurgia através da qual extirpa-se parte ou a totalidade da mama. Pode estar indicada como tratamento do câncer de mama.
6 Sobrevivência: 1. Ato ou efeito de sobreviver, de continuar a viver ou a existir. 2. Característica, condição ou virtude daquele ou daquilo que subsiste a um outro. Condição ou qualidade de quem ainda vive após a morte de outra pessoa. 3. Sequência ininterrupta de algo; o que subsiste de (alguma coisa remota no tempo); continuidade, persistência, duração.
7 Comorbidade: Coexistência de transtornos ou doenças.
8 Estudo de coorte: Um estudo de coorte é realizado para verificar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.
9 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
10 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
11 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
12 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
13 Tumor: Termo que literalmente significa massa ou formação de tecido. É utilizado em geral para referir-se a uma formação neoplásica.
14 Mamas: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
Gostou do artigo? Compartilhe!