Gostou do artigo? Compartilhe!

Hospitalização por ideação suicida ou tentativa de suicídio aumenta em crianças e adolescentes nos EUA

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Foi relatado aumento dos casos de ideação suicida (IS) e tentativas de suicídio (TSs) entre as crianças, nos EUA, na última década. Pesquisadores do Vanderbilt University Medical Center, no Tennessee, examinaram as tendências nos atendimentos de emergência1 e de internação para IS e TS em hospitais infantis dos EUA de 2008 a 2015. Para estudar os dados disponíveis, foram utilizadas análises retrospectivas de dados de faturamento administrativo do banco de dados do Sistema de Informação de Saúde2 Pediátrica dos EUA.

Saiba mais sobre "Suicídio".

Houve 115.856 casos de IS e TS nos atendimentos durante o período do estudo. A porcentagem anual de todas as visitas para IS e TS quase dobrou, aumentando de 0,66% em 2008 para 1,82% em 2015 (aumento médio anual de 0,16 ponto percentual [intervalo de confiança de 95% (ICs) 0,15 a 0,17]).

Aumentos significativos foram observados em todas as faixas etárias, mas foram maiores em adolescentes de 15 a 17 anos (média anual de 0,27 ponto percentual [IC 95% 0,23 a 0,30]) e adolescentes de 12 a 14 anos (média anual de 0,25 ponto percentual [IC 95% 0,21 a 0,27]). Aumentos foram observados em meninas (aumento médio anual de 0,14 pontos percentuais [IC 95% 0,13 a 0,15]) e meninos (aumento médio anual de 0,10 pontos percentuais [IC 95% 0,09 a 0,11]), mas foram maiores para o sexo feminino. A variação sazonal também foi observada, com a menor porcentagem de casos ocorrendo durante o verão e a mais alta durante a primavera e o outono.

Concluiu-se que os atendimentos emergenciais para IS e TS, em hospitais infantis dos EUA, aumentaram de forma constante de 2008 a 2015 e representaram uma porcentagem crescente. Os aumentos foram observados em todas as faixas etárias, com padrões sazonais consistentes que persistiram durante o período do estudo. O crescente impacto dos transtornos mentais pediátricos tem implicações importantes para os hospitais infantis e sistemas de prestação de cuidados de saúde2.

O coordenador da pesquisa, Dr. Gregory Plemmons, médico e professor de pediatria na Vanderbilt University School of Medicine e no Monroe Carell Junior Children's Hospital, diz que uma importante mensagem do estudo é que este não é um problema que pode ser resolvido da noite para o dia e que pode continuar aumentando. Ele sugere que os pais devem conversar com seus filhos sobre o suicídio e procurar ajuda psiquiátrica precocemente caso necessitem.

Leia sobre "Automutilação", "Quando internar um paciente psiquiátrico" e "Depressão em crianças".

 

Fonte: Pediatrics, em maio de 2018

 

NEWS.MED.BR, 2018. Hospitalização por ideação suicida ou tentativa de suicídio aumenta em crianças e adolescentes nos EUA. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1319008/hospitalizacao-por-ideacao-suicida-ou-tentativa-de-suicidio-aumenta-em-criancas-e-adolescentes-nos-eua.htm>. Acesso em: 20 fev. 2019.

Complementos

1 Emergência: 1. Ato ou efeito de emergir. 2. Situação grave, perigosa, momento crítico ou fortuito. 3. Setor de uma instituição hospitalar onde são atendidos pacientes que requerem tratamento imediato; pronto-socorro. 4. Eclosão. 5. Qualquer excrescência especializada ou parcial em um ramo ou outro órgão, formada por tecido epidérmico (ou da camada cortical) e um ou mais estratos de tecido subepidérmico, e que pode originar nectários, acúleos, etc. ou não se desenvolver em um órgão definido.
2 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
Gostou do artigo? Compartilhe!