Gostou do artigo? Compartilhe!

Consumo de ômega-3 e doença coronariana: meta-análise do Mayo Clinic Proceedings

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O objetivo da pesquisa publicada no Mayo Clinic Proceedings foi realizar meta-análises de ensaios clínicos1 randomizados (ECRs) para estimar o efeito dos ácidos graxos eicosapentaenoico e docosahexaenoico (EPA+DHA) na doença cardíaca coronária (CHD) e conduzir meta-análises de estudos prospectivos de coorte2 para estimar a associação entre ingestão de EPA+DHA e risco de CHD.

Foi realizada uma pesquisa sistemática na literatura de Ovid/Medline, PubMed, Embase e Cochrane Library, de 1° de janeiro de 1947 a 2 de novembro de 2015. Foram identificados 18 ECRs e 16 estudos prospectivos de coorte2 que examinaram o uso de EPA+DHA de alimentos ou suplementos e a CHD, incluindo infarto do miocárdio3, morte cardíaca súbita, morte coronária e angina4.

Os modelos de meta-análise de efeitos aleatórios foram utilizados para gerar estimativas resumidas de risco relativo (SRREs) e ICs de 95%. A heterogeneidade foi examinada em subgrupos e análises de sensibilidade e por meta-regressão. A dose-resposta foi avaliada em dose estratificada ou nas análises de ingestão. Foram realizadas avaliações de viés de publicação.

Saiba mais sobre "Infarto do Miocárdio3", "Angina4 de peito5" e "Morte súbita".

Entre os ECRs, houve uma redução não estatisticamente significativa no risco de CHD com a provisão de EPA+DHA (SRRE=0,94; IC 95% 0,85-1,05). As análises de subgrupos de dados de ECRs indicaram uma redução estatisticamente significativa do risco de CHD com a provisão de EPA+DHA entre populações de alto risco, incluindo participantes com níveis elevados de triglicerídeos (SRRE=0,84; IC 95% 0,72-0,98) e de LDL6-colesterol7 (SRRE=0,86; IC 95% 0,76-0,98). A meta-análise de dados de estudos de coorte8 prospectivos resultou em um SRRE estatisticamente significativo de 0,82 (IC 95% 0,74-0,92) para as maiores ingestões de EPA+DHA e risco de qualquer evento CHD.

Concluiu-se neste trabalho que os resultados indicam que o consumo de EPA+DHA pode estar associado à redução do risco de CHD, com um maior benefício observado entre as populações de alto risco nos ECRs.

Veja também sobre os "Benefícios do ômega 3 para a saúde9".

 

Fonte: Mayo Clinic Proceedings, volume 92, número 1, de janeiro de 2017

 

NEWS.MED.BR, 2017. Consumo de ômega-3 e doença coronariana: meta-análise do Mayo Clinic Proceedings. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1291998/consumo-de-omega-3-e-doenca-coronariana-meta-analise-do-mayo-clinic-proceedings.htm>. Acesso em: 16 out. 2019.

Complementos

1 Ensaios clínicos: Há três fases diferentes em um ensaio clínico. A Fase 1 é o primeiro teste de um tratamento em seres humanos para determinar se ele é seguro. A Fase 2 concentra-se em saber se um tratamento é eficaz. E a Fase 3 é o teste final antes da aprovação para determinar se o tratamento tem vantagens sobre os tratamentos padrões disponíveis.
2 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
3 Infarto do miocárdio: Interrupção do suprimento sangüíneo para o coração por estreitamento dos vasos ou bloqueio do fluxo. Também conhecido por ataque cardíaco.
4 Angina: Inflamação dos elementos linfáticos da garganta (amígdalas, úvula). Também é um termo utilizado para se referir à sensação opressiva que decorre da isquemia (falta de oxigênio) do músculo cardíaco (angina do peito).
5 Peito: Parte superior do tronco entre o PESCOÇO e o ABDOME; contém os principais órgãos dos sistemas circulatório e respiratório. (Tradução livre do original
6 LDL: Lipoproteína de baixa densidade, encarregada de transportar colesterol através do sangue. Devido à sua tendência em depositar o colesterol nas paredes arteriais e a produzir aterosclerose, tem sido denominada “mau colesterol“.
7 Colesterol: Tipo de gordura produzida pelo fígado e encontrada no sangue, músculos, fígado e outros tecidos. O colesterol é usado pelo corpo para a produção de hormônios esteróides (testosterona, estrógeno, cortisol e progesterona). O excesso de colesterol pode causar depósito de gordura nos vasos sangüíneos. Seus componentes são: HDL-Colesterol: tem efeito protetor para as artérias, é considerado o bom colesterol. LDL-Colesterol: relacionado às doenças cardiovasculares, é o mau colesterol. VLDL-Colesterol: representa os triglicérides (um quinto destes).
8 Estudos de coorte: Um estudo de coorte é realizado para verificar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.
9 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
Gostou do artigo? Compartilhe!