Gostou do artigo? Compartilhe!

Vacina contra o HPV mostra 98% de eficácia em testes clínicos contra os sorotipos 6, 11, 16 e 18 - principais causadores do câncer de colo do útero

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Estudo publicado no The New England Journal of Medicine confirma eficácia da vacina1 quadrivalente contra o HPV (papilomavírus humano) sorotipos 6, 11, 16 e 18 em testes clínicos. 

O estudo duplo-cego2 avaliou 12.167 mulheres com idade entre 15 e 26 anos, não infectadas pelo HPV. Metade recebeu 3 doses da vacina1 quadrivalente e a outra metade recebeu placebo3. As participantes foram acompanhadas por 3 anos após receberem a primeira dose da vacina1 ou do placebo3. O resultado do estudo mostra eficácia de 98% e ausência de riscos para quem recebe a vacina1.

A vacina1 Gardasil, do laboratório Merck, é comercializada desde 2006 e permite desenvolver imunidade4 contra quatro cepas5 de papilomavírus humanos (6, 11, 16 e 18).

Os sorotipos 16 e 18 são responsáveis por 70% dos cânceres uterinos. O medicamento também se mostrou eficaz contra as cepas5 6 e 11 do vírus6, que causam 90% das verrugas no ânus7 e nos órgãos genitais.

O câncer8 de colo9 de útero10 é a terceira neoplasia11 maligna mais comum entre as mulheres, sendo superado pelo câncer8 de pele12 (não-melanoma13) e pelo câncer8 de mama14, segundo estimativas do INCA (Instituto Nacional de Câncer8).

É importante enfatizar que esta vacina1 não protege contra todos os subtipos do HPV. Sendo assim, o exame preventivo15 deve continuar a ser feito mesmo em mulheres vacinadas.


Leia mais: The New England Journal of Medicine

NEWS.MED.BR, 2007. Vacina contra o HPV mostra 98% de eficácia em testes clínicos contra os sorotipos 6, 11, 16 e 18 - principais causadores do câncer de colo do útero. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/11238/vacina-contra-o-hpv-mostra-98-de-eficacia-em-testes-clinicos-contra-os-sorotipos-6-11-16-e-18-principais-causadores-do-cancer-de-colo-do-utero.htm>. Acesso em: 22 out. 2019.

Complementos

1 Vacina: Tratamento à base de bactérias, vírus vivos atenuados ou seus produtos celulares, que têm o objetivo de produzir uma imunização ativa no organismo para uma determinada infecção.
2 Estudo duplo-cego: Denominamos um estudo clínico “duplo cego” quando tanto voluntários quanto pesquisadores desconhecem a qual grupo de tratamento do estudo os voluntários foram designados. Denominamos um estudo clínico de “simples cego” quando apenas os voluntários desconhecem o grupo ao qual pertencem no estudo.
3 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
4 Imunidade: Capacidade que um indivíduo tem de defender-se perante uma agressão bacteriana, viral ou perante qualquer tecido anormal (tumores, enxertos, etc.).
5 Cepas: Cepa ou estirpe é um termo da biologia e da genética que se refere a um grupo de descendentes com um ancestral comum que compartilham semelhanças morfológicas e/ou fisiológicas.
6 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
7 Ânus: Segmento terminal do INTESTINO GROSSO, começando na ampola do RETO e terminando no ânus.
8 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
9 Colo: O segmento do INTESTINO GROSSO entre o CECO e o RETO. Inclui o COLO ASCENDENTE; o COLO TRANSVERSO; o COLO DESCENDENTE e o COLO SIGMÓIDE.
10 Útero: É o maior órgão do sistema reprodutor feminino. Sua função principal é receber o óvulo fertilizado e dar-lhe todas as condições para o seu desenvolvimento.
11 Neoplasia: Termo que denomina um conjunto de doenças caracterizadas pelo crescimento anormal e em certas situações pela invasão de órgãos à distância (metástases). As neoplasias mais frequentes são as de mama, cólon, pele e pulmões.
12 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
13 Melanoma: Neoplasia maligna que deriva dos melanócitos (as células responsáveis pela produção do principal pigmento cutâneo). Mais freqüente em pessoas de pele clara e exposta ao sol.Podem derivar de manchas prévias que mudam de cor ou sangram por traumatismos mínimos, ou instalar-se em pele previamente sã.
14 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
15 Preventivo: 1. Aquilo que previne ou que é executado por medida de segurança; profilático. 2. Na medicina, é qualquer exame ou grupo de exames que têm por objetivo descobrir precocemente lesão suscetível de evolução ameaçadora da vida, como as lesões malignas. 3. Em ginecologia, é o exame ou conjunto de exames que visa surpreender a presença de lesão potencialmente maligna, ou maligna em estágio inicial, especialmente do colo do útero.
Gostou do artigo? Compartilhe!