Gostou do artigo? Compartilhe!

Dieta com menor teor de gordura não reduz risco de câncer ou de doença cardiovascular em mulheres na pós-menopausa

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

De acordo com 3 estudos publicados em 8 de fevereiro no JAMA - The Journal of the American Medical Association - mulheres na pós-menopausa1 que reduziram o teor de gordura2 na dieta e aumentaram a ingestão de frutas, vegetais e grãos durante um período de 8 anos de seguimento, não tiveram reduzidos os riscos de adquirir câncer3 de mama4, câncer3 colorretal, doença cardiovascular ou acidente vascular cerebral5.

A pesquisa Women's Health Initiative Dietary Modification Trial analisou 48.835 mulheres com idade entre 50 a 79 anos na pós-menopausa1 entre 1993 e 2005. Os dados eram provenientes de 40 centros médicos americanos.

As pacientes foram randomizadas para modificação dietética (n = 19.541) ou grupo controle (n = 29.294). A intervenção na dieta foi promovida para reduzir as gorduras ingeridas em 20% e aumentar o consumo de frutas, vegetais e grãos para pelo menos 5 porções ao dia. O grupo controle não fez modificações na dieta. A média de tempo de seguimento das mulheres foi de 8.1 anos.

Ao analisar os resultados, as mulheres nomeadas para uma dieta de baixo teor de gorduras tiveram taxas de câncer3 de mama4, câncer3 de cólon6, infartos do miocárdio7 e acidentes vasculares8 cerebrais muito semelhantes às mulheres do grupo controle, não mostrando uma diferença estatisticamente significativa.

>Estes resultados são contestados por especialistas britânicos, que ponderaram que muitas das mulheres incluídas no estudo eram obesas e que os níveis de sal na dieta não haviam sido reduzidos. Os autores do estudo sugerem que um tempo de seguimento mais longo possa mostrar outros resultados.

Fonte: JAMA

NEWS.MED.BR, 2006. Dieta com menor teor de gordura não reduz risco de câncer ou de doença cardiovascular em mulheres na pós-menopausa. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1085/dieta-com-menor-teor-de-gordura-nao-reduz-risco-de-cancer-ou-de-doenca-cardiovascular-em-mulheres-na-pos-menopausa.htm>. Acesso em: 23 set. 2019.

Complementos

1 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
2 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
3 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
4 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
5 Acidente vascular cerebral: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
6 Cólon:
7 Miocárdio: Tecido muscular do CORAÇÃO. Composto de células musculares estriadas e involuntárias (MIÓCITOS CARDÍACOS) conectadas, que formam a bomba contrátil geradora do fluxo sangüíneo. Sinônimos: Músculo Cardíaco; Músculo do Coração
8 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Complementos

21/02/2006 - Complemento feito por Dra.Paula
Re: Dieta com menor teor de gordura não reduz risco de câncer ou de doença cardiovascular em mulheres na pós-menopausa
Me preocupa realmente que esta publicação venha influenciar de forma negativa no conceito de alimentação das mulheres pós-menopausicas, uma vez que além de não ter sido considerada o tipo de alimentação durante meio século, não podemos afirmar com exatidão que as mulheres randomizadas que deveriam diminuir seu consumo de gordura em 20% durante a pesquisa realmente o fizeram, uma vez que não são acompanhadas 24 horas por dia, enfim neste resultado estatístico podem ter existido muitas falhas é preciso também lembrar e comparar com outros artigos publicados que nos dizem exatamente o contrário!!

16/02/2006 - Complemento feito por Wellington
Re: Dieta com menor teor de gordura não reduz risco de câncer ou de doença cardiovascular em mulheres na pós-menopausa
Se o motivo da publicação foi causar polêmica, infelizmente obtiveram exito. Do ponto de vista científico apresenta várias falhas, perdendo completamente em credibilidade:
- Não levaram em consideração que as pacientes haviam se alimentado como quiseram, durante pelo menos meio século ( acima de 50 anos como critério de inclusão)
- As paciente pesquisadas não seguiram rigorosamente a dieta proposta.
- Estudos com este objetivo, somente seriam bem avaliados, seguindo o modelo de Framigham para doenças cardiovasculares, onde estuda-se geração após geração, caso contrário são tantas variáveisque não há credibilidade.

Obs: Este estudo é danoso ao meio científico e prejudica bastante os pacientes, que receberam respaldo "científico" para abusar de gordura em suas dietas. Este "filme " já vimos, quando da publicação do estudo publicado também no JAMA, relacionando "REPOSIÇÃO HORMONAL E RISCO CARDIOVASCULAR"

  • Entrar
  • Assinar