Gostou do artigo? Compartilhe!

Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

No dia 10 de novembro é comemorado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez. A perda auditiva é uma das deficiências mais comuns na população brasileira. Ela ocorre quando há dificuldade ou impossibilidade de captar, conduzir ou perceber os estímulos sonoros vindos do ambiente.

Quando a surdez é de origem genética, ela pode ser detectada nos primeiros dias de vida e tratada com sucesso. A surdez pode se dar em virtude de dificuldades de condução dos estímulos através das vias auditivas (surdez de condução) ou por transtornos das células1 perceptivas da cóclea ou do centro cerebral auditivo (surdez de percepção).

A sua prevenção deve começar no útero2, através do tratamento de doenças maternas que podem afetar o desenvolvimento normal do aparelho auditivo do feto3, além do tratamento adequado das otites4 infantis e de cuidados com o uso de medicamentos potencialmente tóxicos para o ouvido. O teste da orelhinha ajuda muito no diagnóstico5 da perda auditiva e deve ser realizado nos primeiros seis meses de vida.

Em casa e na escola deve-se observar se há atrasos no desenvolvimento da linguagem, dificuldade de aprendizagem e isolamento, geralmente indicadores de deficiência auditiva. Deve-se evitar os ruídos contínuos acima de 75 decibeis, mas se a pessoa é obrigada a estar em locais onde eles existem, ela deve usar algum protetor de ouvido.

Para os portadores de deficiência auditiva é importante lembrar que existem meios de conviver bem com ela com o uso de dispositivos eletrônicos como o implante6 coclear. E que esses meios devem ser avaliados por um médico otorrinolaringologista para saber se é um bom tratamento para o caso em questão.

Quanto mais cedo for percebida a deficiência auditiva, mais fácil será a sua abordagem terapêutica7.

 

Seguem links sobre o assunto e a indicação de livros que podem ajudar você a aprender mais sobre a surdez e as opções de tratamento disponíveis: 

 

Textos informativos:

Surdez: como é?

Implante6 coclear ou ouvido biônico: o que é e como ele funciona? Quem se beneficia? Como é a colocação do implante6?

Surdez em idosos e o risco de demência8

O uso de aparelhos auditivos pode evitar que prejuízos cerebrais devidos à surdez aconteçam

Blog: Crônicas da Surdez

 

Livros:

Crônicas da surdez (Editora Plexus) de Paula Pfeifer

Novas crônicas da surdez: epifanias do implante6 coclear (Editora Plexus) de Paula Pfeifer

 

NEWS.MED.BR, 2015. Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/810079/dia+nacional+de+prevencao+e+combate+a+surdez.htm>. Acesso em: 24 out. 2019.

Complementos

1 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
2 Útero: Orgão muscular oco (de paredes espessas), na pelve feminina. Constituído pelo fundo (corpo), local de IMPLANTAÇÃO DO EMBRIÃO e DESENVOLVIMENTO FETAL. Além do istmo (na extremidade perineal do fundo), encontra-se o COLO DO ÚTERO (pescoço), que se abre para a VAGINA. Além dos istmos (na extremidade abdominal superior do fundo), encontram-se as TUBAS UTERINAS.
3 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
4 Otites: Toda infecção do ouvido é chamada de otite.
5 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
6 Implante: 1. Em cirurgia e odontologia é o material retirado do próprio indivíduo, de outrem ou artificialmente elaborado que é inserido ou enxertado em uma estrutura orgânica, de modo a fazer parte integrante dela. 2. Na medicina, é qualquer material natural ou artificial inserido ou enxertado no organismo. 3. Em patologia, é uma célula ou fragmento de tecido, especialmente de tumores, que migra para outro local do organismo, com subsequente crescimento.
7 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
8 Demência: Deterioração irreversível e crônica das funções intelectuais de uma pessoa.
Gostou do artigo? Compartilhe!