Atalho: 6G19T1H
Gostou do artigo? Compartilhe!

Provent: uma alternativa para o tratamento da apneia do sono, sem CPAP

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Milhões de pessoas no mundo sofrem com a apneia obstrutiva do sono1. Ela causa constantes despertares e pausas respiratórias durante a noite, algumas vezes resultando em roncos muito altos e falta de ar. O tratamento da apneia2 do sono vem sendo realizado com medidas simples como dormir de lado e praticar exercícios físicos, nos casos mais leves, ou com cirurgia, uso de posicionador mandibular ou com aparelho de CPAP, naqueles casos que oferecem riscos à saúde3 do paciente.

A pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP) é o tratamento mais eficaz e com maior comprovação científica para a síndrome4 da apneia obstrutiva do sono1. A CPAP é semelhante a uma máscara de inalação que auxilia a respiração durante o sono.

Antes de começar a utilizar a CPAP é preciso ajustar o aparelho durante uma polissonografia5. O aparelho reduz e em alguns casos resolve a apneia2, se for usado no tempo total de sono. O tratamento correto afasta o risco de problemas cardiovasculares, melhora o ronco e a pressão arterial6. Mas é muito desconfortável para quem o utiliza. Pesquisas mostram que cerca de metade das pessoas que receberam a prescrição para uso de CPAP abandonam o tratamento em cerca de uma a três semanas de uso do dispositivo.

Uma alternativa ao uso de CPAP é a cânula nasal Provent, a qual usa um mecanismo de válvulas e é posicionada dentro das narinas, trazendo conforto para o paciente. Durante a inalação a válvula é aberta, permitindo que o paciente respire livremente. Em seguida, durante a expiração7, a válvula fecha-se e o ar que passa através do nariz8 é dirigido através de dois pequenos canais de ar. Isso que aumenta a pressão intranasal, o que ajuda a manter as vias aéreas abertas. O dispositivo só pode ser usado com prescrição e orientações médicas.

O Provent (Provent Professional Sleep Apnea Therapy) foi aprovado pelo FDA desde 2008, mas seu uso está se espalhando aos poucos entre médicos e pacientes. Ele é fabricado pela Ventus Medical, que diz ter vendido um milhão de dispositivos nos últimos doze meses, a partir de um total de meio milhão nos dois anos anteriores.

O dispositivo Provent é descartável, ou seja, precisa ser trocado todas as noites.

É importante ressaltar que este novo dispositivo não funciona para todos os pacientes, principalmente para aqueles que respiram pela boca9, e não pelo nariz8, ou para aqueles que sofrem com alergias respiratórias que causam obstrução nasal noturna.

O uso de CPAP continua sendo o tratamento padrão da apneia2 do sono. Pesquisas científicas precisam ser realizadas para mostrar os resultados observados com o uso de Provent.

Fontes: 

FDA

Ventus Medical

 

 

NEWS.MED.BR, 2012. Provent: uma alternativa para o tratamento da apneia do sono, sem CPAP. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/298225/provent-uma-alternativa-para-o-tratamento-da-apneia-do-sono-sem-cpap.htm>. Acesso em: 18 out. 2019.

Complementos

1 Apnéia obstrutiva do sono: Pausas na respiração durante o sono.
2 Apnéia: É uma parada respiratória provocada pelo colabamento total das paredes da faringe que ocorre principalmente enquanto a pessoa está dormindo e roncando. No adulto, considera-se apnéia após 10 segundos de parada respiratória. Como a criança tem uma reserva menor, às vezes, depois de dois ou três segundos, o sangue já se empobrece de oxigênio.
3 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
4 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
5 Polissonografia: Exame utilizado na avaliação de algumas das causas de insônia.
6 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
7 Expiração: 1. Ato ou efeito de expirar. 2. Expulsão, pelas vias respiratórias, do ar dos pulmões. 3. Fim ou termo de prazo estipulado ou convencionado.
8 Nariz: Estrutura especializada que funciona como um órgão do sentido do olfato e que também pertence ao sistema respiratório; o termo inclui tanto o nariz externo como a cavidade nasal.
9 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
Gostou do artigo? Compartilhe!