Gostou do artigo? Compartilhe!

Em maio de 2007 chega ao Brasil a primeira insulina em pó inalável

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia
A insulina1 é o hormônio2 responsável pela diminuição da glicose3 no sangue4, pois colabora para que a glicose3 seja enviada para o interior das células5. Os pacientes diabéticos têm ausência ou insuficiência6 da produção de insulina1, necessitando do uso deste medicamento para controlar seus níveis glicêmicos.


A nova insulina1 é uma opção para diversos pacientes que usam a forma injetável todos os dias. A nova apresentação deve ser inalada dez minutos antes das refeições. Com ação rápida, ela é recomendada para pacientes7 com diabetes tipo 28 (o tipo mais comum) e tipo 1 - neste caso, em conjunto com a insulina1 de longa duração.


Após inalada, a insulina1 chega aos pulmões9, onde é absorvida pela corrente sanguínea e passa a agir como as outras insulinas. A expectativa é que a adesão ao tratamento melhore com o uso da forma inalável, colaborando para aumentar o bem-estar desses pacientes.


A forma inalável não é recomendada para pessoas que fumam ou tenham doença respiratória e a estimativa do custo mensal é de cerca de R$ 450,00.

 

Leia mais matérias relacionadas ao assunto:

 

Exubera®: primeira insulina inalável10 do mercado aprovada pelo FDA

Novidades em medicamentos: clique e conheça os lançamentos do mercado farmacológico

Eu tenho Diabetes11. E agora ?

 


Fonte: Anvisa

NEWS.MED.BR, 2007. Em maio de 2007 chega ao Brasil a primeira insulina em pó inalável. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/pharma-news/11145/em-maio-de-2007-chega-ao-brasil-a-primeira-insulina-em-po-inalavel.htm>. Acesso em: 15 nov. 2019.

Complementos

1 Insulina: Hormônio que ajuda o organismo a usar glicose como energia. As células-beta do pâncreas produzem insulina. Quando o organismo não pode produzir insulna em quantidade suficiente, ela é usada por injeções ou bomba de insulina.
2 Hormônio: Substância química produzida por uma parte do corpo e liberada no sangue para desencadear ou regular funções particulares do organismo. Por exemplo, a insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que diz a outras células quando usar a glicose para energia. Hormônios sintéticos, usados como medicamentos, podem ser semelhantes ou diferentes daqueles produzidos pelo organismo.
3 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
4 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
5 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
6 Insuficiência: Incapacidade de um órgão ou sistema para realizar adequadamente suas funções.Manifesta-se de diferentes formas segundo o órgão comprometido. Exemplos: insuficiência renal, hepática, cardíaca, respiratória.
7 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
8 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
9 Pulmões: Órgãos do sistema respiratório situados na cavidade torácica e responsáveis pelas trocas gasosas entre o ambiente e o sangue. São em número de dois, possuem forma piramidal, têm consistência esponjosa e medem cerca de 25 cm de comprimento. Os pulmões humanos são divididos em segmentos denominados lobos. O pulmão esquerdo possui dois lobos e o direito possui três. Os pulmões são compostos de brônquios que se dividem em bronquíolos e alvéolos pulmonares. Nos alvéolos se dão as trocas gasosas ou hematose pulmonar entre o meio ambiente e o corpo, com a entrada de oxigênio na hemoglobina do sangue (formando a oxiemoglobina) e saída do gás carbônico ou dióxido de carbono (que vem da célula como carboemoglobina) dos capilares para o alvéolo.
10 Insulina inalável: Tratamento experimental em que as pessoas podem inalar a insulina por um dispositivo desenvolvido para inalação.
11 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
Gostou do artigo? Compartilhe!