Atalho: 54WW5GD
Gostou do artigo? Compartilhe!

Novo medicamento destrói células leucêmicas por induzir apoptose, principalmente em pacientes com leucemia linfocítica crônica resistente ao tratamento, segundo artigo da Cancer Research

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Estudo publicado na Cancer1 Research mostrou que uma molécula conhecida como PBOX-15 é um agente que induz à interrupção do ciclo celular e subsequente apoptose2 em linhagens de células3 cancerígenas, principalmente para células3 de leucemia4 linfocítica crônica de alto ou baixo risco de doença.

A leucemia4 linfocítica crônica (LLC) afeta os linfócitos B e causa imunosupressão, insuficiência5 da medula óssea6 e infiltração de células3 malignas nos órgãos. Noventa por cento dos casos são diagnosticados em pessoas idosas, acima de 50 anos.

Pesquisadores do Trinity College Dublin, do Belfast City Hospital e da Universidade de Siena, na Itália, apresentaram dados que mostram que o PBOX-15 é um agente terapêutico potencial para a LLC.

Foi demonstrada a atividade do Pyrrolo-1,5-benzoxazepine-15 (PBOX-15) em amostras provenientes de pacientes com LLC (n=55) representando tanto risco alto ou baixo da doença. O PBOX-15 demonstrou citotoxicidade para células3 de LLC em 19 pacientes  (efeitos dose dependentes) e induziu de maneira significativa apoptose2 em células3 de LLC (n=46), incluindo células3 com prognóstico7 pobre. Os dados do estudo sugerem que este agente representa uma nova classe tóxica para células3 de LLC de alto ou baixo risco.

A necessidade de novos tratamentos para a LLC é crítica, especialmente para o subgrupo de pacientes com doença resistente ao tratamento. A pesquisa está no início e dados sobre efeitos colaterais8 devem ser estudados.

Fonte: Cancer1 Research de 1° de Novembro de 2009

NEWS.MED.BR, 2009. Novo medicamento destrói células leucêmicas por induzir apoptose, principalmente em pacientes com leucemia linfocítica crônica resistente ao tratamento, segundo artigo da Cancer Research. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/novos-medicamentos/51653/novo-medicamento-destroi-celulas-leucemicas-por-induzir-apoptose-principalmente-em-pacientes-com-leucemia-linfocitica-cronica-resistente-ao-tratamento-segundo-artigo-da-cancer-research.htm>. Acesso em: 11 dez. 2019.

Complementos

1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Apoptose: Morte celular não seguida de autólise, também conhecida como “morte celular programada“.
3 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
4 Leucemia: Doença maligna caracterizada pela proliferação anormal de elementos celulares que originam os glóbulos brancos (leucócitos). Como resultado, produz-se a substituição do tecido normal por células cancerosas, com conseqüente diminuição da capacidade imunológica, anemia, distúrbios da função plaquetária, etc.
5 Insuficiência: Incapacidade de um órgão ou sistema para realizar adequadamente suas funções.Manifesta-se de diferentes formas segundo o órgão comprometido. Exemplos: insuficiência renal, hepática, cardíaca, respiratória.
6 Medula Óssea: Tecido mole que preenche as cavidades dos ossos. A medula óssea apresenta-se de dois tipos, amarela e vermelha. A medula amarela é encontrada em cavidades grandes de ossos grandes e consiste em sua grande maioria de células adiposas e umas poucas células sangüíneas primitivas. A medula vermelha é um tecido hematopoiético e é o sítio de produção de eritrócitos e leucócitos granulares. A medula óssea é constituída de um rede, em forma de treliça, de tecido conjuntivo, contendo fibras ramificadas e preenchida por células medulares.
7 Prognóstico: 1. Juízo médico, baseado no diagnóstico e nas possibilidades terapêuticas, em relação à duração, à evolução e ao termo de uma doença. Em medicina, predição do curso ou do resultado provável de uma doença; prognose. 2. Predição, presságio, profecia relativos a qualquer assunto. 3. Relativo a prognose. 4. Que traça o provável desenvolvimento futuro ou o resultado de um processo. 5. Que pode indicar acontecimentos futuros (diz-se de sinal, sintoma, indício, etc.). 6. No uso pejorativo, pernóstico, doutoral, professoral; prognóstico.
8 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
Gostou do artigo? Compartilhe!