Atalho: 6KHVX2F
Gostou do artigo? Compartilhe!

Psoríase: FDA aprova o ustekinumab, novo medicamento para a psoríase em placas

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O Food and Drug Administration (FDA) aprovou um novo medicamento para o tratamento da psoríase1 em placas2, o Stelara (ustekinumab). A nova medicação é um produto biológico para uso em adultos com psoríase1 moderada ou severa.

A psoríase1 em placas2 é uma doença do sistema imunológico3 que resulta em produção rápida de células4 da pele5. Ela é caracterizada pelo surgimento de lesões6 avermelhadas e descamativas, bem limitadas e de evolução crônica.

Stelara é um anticorpo7 monoclonal produzido em laboratório que mimetiza o trabalho dos anticorpos8 produzidos naturalmente pelo sistema imunológico3. O medicamento trata a psoríase1 bloqueando a ação de duas proteínas9 que contribuem para o aumento na produção de células4 da pele5 e para a inflamação10.

Três estudos com 2.266 pacientes avaliaram a segurança e a efetividade do medicamento.

Uma vez que o Stelara reduz a habilidade do sistema imune11 lutar contra infecções12, há um risco maior de desenvolver infecções12. Algumas infecções12 sérias foram relatadas em pacientes em uso do novo medicamento, por vezes ligando-as à necessidade de hospitalização. Estas infecções12 podem ser causadas por fungos, vírus13 ou bactérias que se espalharam pelo corpo. Também pode haver um risco maior de desenvolver câncer14.

O FDA está exigindo uma avaliação de risco e estratégia de atenuação para o Stelara que inclui um plano de comunicação direcionado a profissionais de saúde15 e uma orientação sobre o medicamento aos pacientes.

Fonte: FDA

NEWS.MED.BR, 2009. Psoríase: FDA aprova o ustekinumab, novo medicamento para a psoríase em placas. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/novos-medicamentos/41588/psoriase-fda-aprova-o-ustekinumab-novo-medicamento-para-a-psoriase-em-placas.htm>. Acesso em: 11 nov. 2019.

Complementos

1 Psoríase: Doença imunológica caracterizada por lesões avermelhadas com descamação aumentada da pele dos cotovelos, joelhos, couro cabeludo e costas juntamente com alterações das unhas (unhas em dedal). Evolui através do tempo com melhoras e pioras, podendo afetar também diferentes articulações.
2 Placas: 1. Lesões achatadas, semelhantes à pápula, mas com diâmetro superior a um centímetro. 2. Folha de material resistente (metal, vidro, plástico etc.), mais ou menos espessa. 3. Objeto com formato de tabuleta, geralmente de bronze, mármore ou granito, com inscrição comemorativa ou indicativa. 4. Chapa que serve de suporte a um aparelho de iluminação que se fixa em uma superfície vertical ou sobre uma peça de mobiliário, etc. 5. Placa de metal que, colocada na dianteira e na traseira de um veículo automotor, registra o número de licenciamento do veículo. 6. Chapa que, emitida pela administração pública, representa sinal oficial de concessão de certas licenças e autorizações. 7. Lâmina metálica, polida, usualmente como forma em processos de gravura. 8. Área ou zona que difere do resto de uma superfície, ordinariamente pela cor. 9. Mancha mais ou menos espessa na pele, como resultado de doença, escoriação, etc. 10. Em anatomia geral, estrutura ou órgão chato e em forma de placa, como uma escama ou lamela. 11. Em informática, suporte plano, retangular, de fibra de vidro, em que se gravam chips e outros componentes eletrônicos do computador. 12. Em odontologia, camada aderente de bactérias que se forma nos dentes.
3 Sistema imunológico: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
4 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
5 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
6 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
7 Anticorpo: Proteína circulante liberada pelos linfócitos em reação à presença no organismo de uma substância estranha (antígeno).
8 Anticorpos: Proteínas produzidas pelo organismo para se proteger de substâncias estranhas como bactérias ou vírus. As pessoas que têm diabetes tipo 1 produzem anticorpos que destroem as células beta produtoras de insulina do próprio organismo.
9 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
10 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
11 Sistema imune: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
12 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
13 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
14 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
15 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
Gostou do artigo? Compartilhe!