Gostou do artigo? Compartilhe!

Acupuntura pode reduzir sintomas da fibromialgia, publicado pelo Acupuncture in Medicine

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Um estudo espanhol, randomizado1 e controlado, avaliou a eficácia de um protocolo de acupuntura individualizada para pacientes2 com fibromialgia3 e mostrou bons resultados. A pesquisa foi publicada pelo periódico Acupuncture in Medicine.

Ensaio multicêntrico, cego para os participantes e para os analistas dos dados, foi realizado em três centros de cuidados primários no sul da Espanha. Um total de 164 participantes, com idade superior a 17 anos, diagnosticados com fibromialgia3, foram inscritos neste ensaio. 153 participantes completaram o estudo.

Os participantes foram aleatoriamente designados para a intervenção real (acupuntura individualizada - AI) ou para a intervenção sham (acupuntura sham - AS). Em ambos os grupos AI e AS, uma sessão por semana (com duração de 20 minutos) foi fornecida, além do tratamento farmacológico habitual. O desfecho primário foi a mudança na intensidade da dor em 10 semanas de acompanhamento.

A análise dos resultados de intenção de tratar revelou que a diminuição da intensidade da dor em 10 semanas foi maior (p=0,001) no grupo AI do que no grupo de AS. Durante o período de acompanhamento, diferenças significativas (p<0,01) em favor do grupo AI persistiram em 12 meses.

Neste trabalho, o tratamento com acupuntura individualizada na atenção primária em pacientes com fibromialgia3 mostrou-se eficaz em termos de alívio da dor, em comparação com o tratamento com placebo4. O efeito persistiu por até um ano e seus efeitos colaterais5 foram leves e pouco frequentes. Portanto, é recomendado o uso da acupuntura individualizada em pacientes com fibromialgia3.

 

Fonte: Acupunture in Medicine, publicação online, de 15 de fevereiro de 2016

NEWS.MED.BR, 2016. Acupuntura pode reduzir sintomas da fibromialgia, publicado pelo Acupuncture in Medicine. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/819684/acupuntura-pode-reduzir-sintomas-da-fibromialgia-publicado-pelo-acupuncture-in-medicine.htm>. Acesso em: 14 nov. 2019.

Complementos

1 Randomizado: Ensaios clínicos comparativos randomizados são considerados o melhor delineamento experimental para avaliar questões relacionadas a tratamento e prevenção. Classicamente, são definidos como experimentos médicos projetados para determinar qual de duas ou mais intervenções é a mais eficaz mediante a alocação aleatória, isto é, randomizada, dos pacientes aos diferentes grupos de estudo. Em geral, um dos grupos é considerado controle – o que algumas vezes pode ser ausência de tratamento, placebo, ou mais frequentemente, um tratamento de eficácia reconhecida. Recursos estatísticos são disponíveis para validar conclusões e maximizar a chance de identificar o melhor tratamento. Esses modelos são chamados de estudos de superioridade, cujo objetivo é determinar se um tratamento em investigação é superior ao agente comparativo.
2 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
3 Fibromialgia:
4 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
5 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.

Artigos selecionados

Gostou do artigo? Compartilhe!