Gostou do artigo? Compartilhe!

Vitamina D no tratamento da neuropatia diabética dolorosa

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Rayaz Malik, graduado pela University of Aberdeen e PhD pela University of Manchester, é um dos autores do estudo publicado pelo BMJ Open Diabetes1 Research & Care, que avaliou o papel da vitamina2 D no tratamento da neuropatia3 diabética.

O Dr. Rayaz Malik é professor e especialista em neuropatia3 diabética e cardiomiopatia. Juntamente com os demais colaboradores, ele conduziu o presente estudo com o objetivo de avaliar o efeito de doses elevadas de vitamina2 D em pacientes com neuropatia3 diabética dolorosa. Para isto, foi administrada uma dose intramuscular única de 600.000 UI de vitamina2 D e avaliou-se os efeitos sobre parâmetros metabólicos e na dor neuropática4 ao longo de 20 semanas.

Cerca de 140 participantes, predominantemente com diabetes1 do tipo 2, idades entre 52,31±11,48 anos, pontuação no escore Douleur Neuropathique 4 (DN4) (3,0±1,8), escore de dor McGill total (21,2±14,9) e escore Short Form McGill Pain Questionnaire (SFMPQ) (2,1±0,9) foram inscritos.

O nível de base de 25-hidroxivitamina D (25(OH)D) foi de 31,7±23,3 ng/ml e 58 (40,5%) pacientes mostraram evidência de deficiência de vitamina2 D [(25(OH)D) <20 ng/ml]. A administração intramuscular de vitamina2 D resultou num aumento significativo na 25(OH)D (46,2±10,2 ng/ml, p<0,0001) e uma redução nos sintomas5 positivos no DN4 (p<0,0001), pontuação total da dor (p<0,0001 ) e SFMPQ (p<0,0001).

As conclusões dessa pesquisa mostram que o tratamento com uma dose única, por via intramuscular, de 600.000 UI de vitamina2 D em pacientes com neuropatia3 diabética dolorosa é associada a uma diminuição significativa nos sintomas5 desta condição.

 

Fonte: BMJ Open Diabetes1 Research & Care, volume 4, número 1, de 10 de fevereiro de 2016

NEWS.MED.BR, 2016. Vitamina D no tratamento da neuropatia diabética dolorosa. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/819434/vitamina-d-no-tratamento-da-neuropatia-diabetica-dolorosa.htm>. Acesso em: 16 out. 2019.

Complementos

1 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
2 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
3 Neuropatia: Doença do sistema nervoso. As três principais formas de neuropatia em pessoas diabéticas são a neuropatia periférica, neuropatia autonômica e mononeuropatia. A forma mais comum é a neuropatia periférica, que afeta principalmente pernas e pés.
4 Neuropática: Referente à neuropatia, que é doença do sistema nervoso.
5 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
Gostou do artigo? Compartilhe!