Gostou do artigo? Compartilhe!

Risco de pancreatite aguda é mais alto em pacientes com diabetes tipo 2, informa a revista científica Diabetes, Obesity and Metabolism

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Pacientes com diabetes mellitus1 tipo 2 apresentaram risco três vezes maior de desenvolver pancreatite2 aguda em relação aos não diabéticos, de acordo com dados publicados na revista científica Diabetes3, Obesity and Metabolism.

Entre 2003 e 2007 os dados de 2.984.755 pacientes incluídos no banco de dados General Practice Research Database (GPRD), do Reino Unido, foram analisados para determinar a incidência4 e os fatores de risco para a pancreatite2 aguda em pacientes com diabetes tipo 25. Comparados aos não diabéticos, o risco de pancreatite2 aguda em diabéticos tipo 2 foi cerca de três vezes superior, com uma incidência4 de 65,9/100.000 pacientes ao ano, enquanto nos não diabéticos a incidência4 foi de 22/100.000 pacientes ao ano.

Além disso, a taxa de pancreatite2 aguda aumentou ainda mais em pacientes com história prévia de obesidade6, pancreatite2, doenças da vesícula7, consumo de álcool ou cigarro.

Fonte: Diabetes3, Obesity and Metabolism -  volume 12, de setembro de 2010

NEWS.MED.BR, 2010. Risco de pancreatite aguda é mais alto em pacientes com diabetes tipo 2, informa a revista científica Diabetes, Obesity and Metabolism. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/70493/risco-de-pancreatite-aguda-e-mais-alto-em-pacientes-com-diabetes-tipo-2-informa-a-revista-cientifica-diabetes-obesity-and-metabolism.htm>. Acesso em: 24 out. 2021.

Complementos

1 Diabetes mellitus: Distúrbio metabólico originado da incapacidade das células de incorporar glicose. De forma secundária, podem estar afetados o metabolismo de gorduras e proteínas.Este distúrbio é produzido por um déficit absoluto ou relativo de insulina. Suas principais características são aumento da glicose sangüínea (glicemia), poliúria, polidipsia (aumento da ingestão de líquidos) e polifagia (aumento da fome).
2 Pancreatite: Inflamação do pâncreas. A pancreatite aguda pode ser produzida por cálculos biliares, alcoolismo, drogas, etc. Pode ser uma doença grave e fatal. Os primeiros sintomas consistem em dor abdominal, vômitos e distensão abdominal.
3 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
4 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
5 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
6 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
7 Vesícula: Lesão papular preenchida com líquido claro.
Gostou do artigo? Compartilhe!