Gostou do artigo? Compartilhe!

Estudo investiga utilização de aspirina para frear crescimento de tumor

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia
A aspirina pode reduzir a formação de vasos sangüíneos1 que ajudam tumores cancerígenos a crescer. Foi o que revelou um estudo realizado por pesquisadores do Instituto de Genética Humana da Universidade de Newcastle e publicado na revista científica Journal of the Federation of American Societies for Experimental Biology.

De acordo com a pesquisa, o efeito da aspirina restringe o tumor2 ao tamanho de uma ervilha, fato que pode levar ao desenvolvimento de novos tratamentos.

Estudos anteriores já haviam revelado que, se for utilizado por longos períodos, o analgésico3 poderia reduzir o risco de vários tipos de câncer4, como os de ovário5, cólon6 e pulmão7. Os vasos sanguíneos1 alimentam o tumor2 com sangue8 e oxigênio, ajudando-os a crescer. O câncer4 usa esses vasos para se espalhar pelo corpo, levando ao desenvolvimento de tumores secundários. Os pesquisadores descobriram que, em doses pequenas, a aspirina tem um efeito sobre a capacidade das células9 de formar os vasos, agindo sobre o tumor2 e restringindo o fornecimento de sangue8. Sem o sangue8, ele não tem como crescer mais do que o tamanho de uma ervilha.

Entretanto, um dos problemas mais comuns decorrentes da ingestão de aspirina por períodos maiores é o risco de sangramento no estômago10. Os pesquisadores pretendem analisar as moléculas da aspirina. Ao descobrir o que ocasiona a formação de vasos, drogas mais seguras poderão ser desenvolvidas.

Fonte: Journal of the Federation of American Societies for Experimental Biology
NEWS.MED.BR, 2006. Estudo investiga utilização de aspirina para frear crescimento de tumor. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1882/estudo-investiga-utilizacao-de-aspirina-para-frear-crescimento-de-tumor.htm>. Acesso em: 9 dez. 2019.

Complementos

1 Vasos sangüíneos: Órgãos em forma de tubos que se ramificam por todo o organismo. Existem três tipos principais de vasos sangüíneos que são as artérias, veias e capilares.
2 Tumor: Termo que literalmente significa massa ou formação de tecido. É utilizado em geral para referir-se a uma formação neoplásica.
3 Analgésico: Medicamento usado para aliviar a dor. As drogas analgésicas incluem os antiinflamatórios não-esteróides (AINE), tais como os salicilatos, drogas narcóticas como a morfina e drogas sintéticas com propriedades narcóticas, como o tramadol.
4 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
5 Ovário: Órgão reprodutor (GÔNADAS) feminino. Nos vertebrados, o ovário contém duas partes funcionais Sinônimos: Ovários
6 Cólon:
7 Pulmão: Cada um dos órgãos pareados que ocupam a cavidade torácica que tem como função a oxigenação do sangue.
8 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
9 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
10 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
Gostou do artigo? Compartilhe!