Gostou do artigo? Compartilhe!

Artroplastia total do quadril e hemiartroplastia para fratura do quadril avaliadas por estudo publicado pelo NEJM

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Globalmente, as fraturas do quadril estão entre as dez principais causas de incapacidade em adultos. No caso das fraturas deslocadas do colo do fêmur1, há incerteza quanto ao efeito da artroplastia total do quadril em relação à hemiartroplastia. Para estudar esses procedimentos, foi realizado um estudo publicado pelo The New England Journal of Medicine.

Foram randomizados 1.495 pacientes, com idade igual ou superior a 50 anos e fratura2 do colo do fêmur1 deslocada, para realizarem artroplastia total do quadril ou hemiartroplastia. Todos os pacientes incluídos no estudo foram capazes de deambular3 sem o auxílio de outra pessoa antes da ocorrência da fratura2. O ensaio foi realizado em 80 centros de dez países. O resultado final primário foi um procedimento de quadril secundário dentro de 24 meses de seguimento. Os resultados secundários incluíram morte, eventos adversos graves, complicações relacionadas ao quadril, qualidade de vida relacionada à saúde4, função e desfechos gerais de saúde4.

O resultado final primário ocorreu em 57 dos 718 pacientes (7,9%) que foram randomizados para artroplastia total do quadril e 60 dos 723 pacientes (8,3%) que foram randomizados para hemiartroplastia (hazard ratio, 0,95; intervalo de confiança [IC] de 95% 0,64 a 1,40; P=0,79).

A instabilidade ou luxação5 do quadril ocorreu em 34 pacientes (4,7%) com artroplastia total do quadril e 17 (2,4%) com hemiartroplastia (hazard ratio, 2,00; IC 99% 0,97 a 4,09). A função, medida pelo escore total do Western Ontario and McMaster Universities Osteoarthritis Index (WOMAC) e escores de dor, rigidez e função, favoreceu modestamente a artroplastia total do quadril em detrimento da hemiartroplastia. A mortalidade6 foi semelhante nos dois grupos de tratamento (14,3% entre os pacientes submetidos à artroplastia total do quadril e 13,1% entre os submetidos à hemiartroplastia, P=0,48). Eventos adversos graves ocorreram em 300 pacientes (41,8%) com artroplastia total do quadril e em 265 (36,7%) com hemiartroplastia.

Entre os pacientes deambulantes independentes com fraturas do colo do fêmur1 deslocadas, a incidência7 de procedimentos secundários não diferiu significativamente entre os pacientes que foram randomizados para artroplastia total do quadril e aqueles que foram randomizados para realizar hemiartroplastia. A artroplastia total do quadril forneceu uma melhora clínica sem importância em relação à hemiartroplastia na função e qualidade de vida em 24 meses.

Links relacionados "Fratura2 do colo do fêmur1", "Luxação5 do quadril", "Artroplastia do quadril" e "Queda em idosos".

 

Fonte: The New England Journal of Medicine (NEJM), em 5 de dezembro de 2019.

 

NEWS.MED.BR, 2019. Artroplastia total do quadril e hemiartroplastia para fratura do quadril avaliadas por estudo publicado pelo NEJM. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1354013/artroplastia-total-do-quadril-e-hemiartroplastia-para-fratura-do-quadril-avaliadas-por-estudo-publicado-pelo-nejm.htm>. Acesso em: 23 jan. 2020.

Complementos

1 Colo do Fêmur: Porção comprimida do osso da coxa entre cabeça do fêmur e trocanter.
2 Fratura: Solução de continuidade de um osso. Em geral é produzida por um traumatismo, mesmo que possa ser produzida na ausência do mesmo (fratura patológica). Produz como sintomas dor, mobilidade anormal e ruídos (crepitação) na região afetada.
3 Deambular: Andar à toa; vaguear, passear.
4 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
5 Luxação: É o deslocamento de um ou mais ossos para fora da sua posição normal na articulação.
6 Mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um dado demográfico do número de óbitos, geralmente para cada mil habitantes em uma dada região, em um determinado período de tempo.
7 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
Gostou do artigo? Compartilhe!