Atalho: 5VIBO4G
Gostou do artigo? Compartilhe!

Aptidão física é fator que prediz longevidade em idosos

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Ser fisicamente ativo após os 60 anos ajuda a viver por mais tempo, independente da quantidade de gordura1 existente no corpo, segundo estudo publicado no Journal of the American Medical Association de dezembro de 2007.

Embora pesquisas prévias tenham sugerido que a obesidade2 e a inatividade física podem aumentar o risco de morte para pessoas de meia idade, não está claro se isto também é verdade para idosos. Em uma nova pesquisa, o Dr. Xuemei Sui e colaboradores da Universidade da Carolina do Sul estudaram as associações entre aptidão física, gordura1 e mortalidade3 em idosos.

Foram acompanhados, ao longo de 12 anos, mais de 2600 homens e mulheres com 60 anos ou mais que participaram do estudo longitudinal denominado Aerobics Center Longitudinal Study, financiado pelo NIH's National Institute on Aging (NIA) e pelo National Heart, Lung and Blood Institute (NHLBI). Os participantes caminharam em esteiras elétricas para determinar sua aptidão física. Os níveis corporais de gordura1 foram medidos pela circunferência abdominal, percentual de gordura1 corporal e índice de massa corporal4.

Durante o período de acompanhamento, morreram 450 participantes. Eles eram geralmente mais idosos, tinham baixo percentual de gordura1 corporal, faziam pouca atividade física e tinham mais fatores de risco cardiovasculares (hipertensão arterial5, colesterol6 alto e diabetes7) do que os sobreviventes. O percentual de gordura1 corporal não parece estar relacionado ao risco de morte. Entretanto, maior aptidão física, menor índice de massa corporal4 ou menor circunferência abdominal reduzem este risco.

Os pesquisadores agruparam os participantes em 5 categorias baseadas em seus níveis de aptidão física. O grupo com menor aptidão física teve uma porcentagem de morte 4 vezes maior do que os mais aptos. Os pesquisadores sugerem que as pessoas não precisam ser magras para se beneficiar de atividades físicas regulares. O segredo para um envelhecimento saudável é ser fisicamente ativo, independente do seu peso corporal.

 

Fonte: JAMA

NEWS.MED.BR, 2007. Aptidão física é fator que prediz longevidade em idosos. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/12379/aptidao-fisica-e-fator-que-prediz-longevidade-em-idosos.htm>. Acesso em: 21 nov. 2019.

Complementos

1 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
2 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
3 Mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um dado demográfico do número de óbitos, geralmente para cada mil habitantes em uma dada região, em um determinado período de tempo.
4 Índice de massa corporal: Medida usada para avaliar se uma pessoa está abaixo do peso, com peso normal, com sobrepeso ou obesa. É a medida mais usada na prática para saber se você é considerado obeso ou não. Também conhecido como IMC. É calculado dividindo-se o peso corporal em quilogramas pelo quadrado da altura em metros. Existe uma tabela da Organização Mundial de Saúde que classifica as medidas de acordo com o resultado encontrado.
5 Hipertensão arterial: Aumento dos valores de pressão arterial acima dos valores considerados normais, que no adulto são de 140 milímetros de mercúrio de pressão sistólica e 85 milímetros de pressão diastólica.
6 Colesterol: Tipo de gordura produzida pelo fígado e encontrada no sangue, músculos, fígado e outros tecidos. O colesterol é usado pelo corpo para a produção de hormônios esteróides (testosterona, estrógeno, cortisol e progesterona). O excesso de colesterol pode causar depósito de gordura nos vasos sangüíneos. Seus componentes são: HDL-Colesterol: tem efeito protetor para as artérias, é considerado o bom colesterol. LDL-Colesterol: relacionado às doenças cardiovasculares, é o mau colesterol. VLDL-Colesterol: representa os triglicérides (um quinto destes).
7 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
Gostou do artigo? Compartilhe!