Gostou do artigo? Compartilhe!

Genes dizem quais pacientes reagem mal à radioterapia para o tratamento do câncer de mama

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Cientistas identificaram dois genes associados a reações adversas ao tratamento do câncer1 de mama2 com radioterapia3, segundo estudo divulgado na conferência do National Cancer1 Research Institute.


Uma equipe da Universidade de Leicester acredita que os achados podem ser o motivo pelo qual alguns tratamentos não funcionam para determinados pacientes que carregam esses genes.


Durante o tratamento, esses pacientes podem desenvolver uma reação de vermelhidão na pele4 com posterior descamação5. Os seios6 se tornam atróficos, com endurecimento dos tecidos (fibrose7) e os vasos sangüíneos8 se tornam aparentes (telangiectasias9). Os genes descobertos estão associados à fibrose7 e às telangiectasias9. Outros estudos são necessários para identificar os genes responsáveis pela vermelhidão e descamação5 da pele4.

 

Segundo o Dr. Paul Symonds, as pessoas que apresentam reação adversa à radioterapia3 para o tratamento do câncer1 de mama2 podem receber outros tratamentos alternativos.


No futuro será possível identificar pessoas que irão reagir mal à radioterapia3, prevenindo que se instalem as reações adversas naqueles pacientes susceptíveis a elas e agilizando a instituição de tratamentos alternativos.


Fonte: Cancer1 Research UK

NEWS.MED.BR, 2007. Genes dizem quais pacientes reagem mal à radioterapia para o tratamento do câncer de mama. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/11882/genes-dizem-quais-pacientes-reagem-mal-a-radioterapia-para-o-tratamento-do-cancer-de-mama.htm>. Acesso em: 21 set. 2019.

Complementos

1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
3 Radioterapia: Método que utiliza diversos tipos de radiação ionizante para tratamento de doenças oncológicas.
4 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
5 Descamação: 1. Ato ou efeito de descamar(-se); escamação. 2. Na dermatologia, fala-se da eliminação normal ou patológica da camada córnea da pele ou das mucosas. 3. Formação de cascas ou escamas, devido ao intemperismo, sobre uma rocha; esfoliação térmica.
6 Seios: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
7 Fibrose: 1. Aumento das fibras de um tecido. 2. Formação ou desenvolvimento de tecido conjuntivo em determinado órgão ou tecido como parte de um processo de cicatrização ou de degenerescência fibroide.
8 Vasos sangüíneos: Órgãos em forma de tubos que se ramificam por todo o organismo. Existem três tipos principais de vasos sangüíneos que são as artérias, veias e capilares.
9 Telangiectasias: Dilatações permanentes da parede de um pequeno vaso sanguíneo localizado na derme.
Gostou do artigo? Compartilhe!