Gostou do artigo? Compartilhe!

Pediatrics: mais uma hora de TV ao dia, menos sete minutos de sono infantil

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Já é sabido que o sono inadequado na infância está associado a problemas de saúde1 mental e física. Numerosos estudos transversais revelam associações entre ver televisão e a presença de uma televisão no quarto de dormir e a inadequação do sono em crianças mais velhas e adolescentes, mas dados de pesquisas longitudinais são limitados.

O presente estudo, que será publicado na edição de maio do periódico Pediatrics, mostra que a exposição à televisão e a presença de TV no quarto de dormir, principalmente entre minorias étnico-raciais, reduz o tempo de sono na infância até cerca de sete anos de idade. Estes resultados levantam a possibilidade de que as intervenções para reduzir o tempo que uma criança assiste à TV podem melhorar o sono infantil.

Pesquisadores da Harvard Medical School e do Massachusetts General Hospital for Children estudaram 1.864 crianças, do nascimento até cerca de 8 anos de idade, no projeto conhecido como Project Viva. Os pais relataram a média de tempo que as crianças assistiam à TV diariamente e o tempo de sono diário (aos 6 meses de idade e anualmente de 1 a 7 anos) e também se as crianças de 4 a 7 anos dormiam em quarto com ou sem televisão. Foram usados modelos de efeitos mistos para avaliar as associações da exposição à TV com o sono e realizados ajustes para a idade da criança, sexo, raça/etnia, escolaridade materna e renda mensal.

Seiscentos e quarenta e três crianças (35%) faziam parte de minoria racial/étnica; 37% dos domicílios tinham rendimentos inferiores a $ 70.000. Dos 6 meses aos 7 anos, a média da duração do sono diminuiu de 12,2 horas para 9,8 horas por dia. A visualização de TV aumentou de 0,9 horas para 1,6 horas por dia. Aos 4 anos, 17% das crianças tinham uma televisão no quarto, subindo para 23% aos 7 anos. Cada hora por dia de aumento no tempo de visualização da TV foi associado a sete minutos por dia de sono mais curto. A associação da presença da TV no quarto variou por raça/etnia; TV no quarto foi associada a 31 minutos por dia de sono mais curto, entre as crianças de minorias étnicas/raciais, mas não entre brancos e crianças não-hispânicas (menos 8 minutos por dia).

O estudo concluiu que há uma influência negativa da TV e da presença de televisão no quarto sobre a duração do sono até cerca dos sete anos de idade. E que subgrupos de crianças mais jovens, particularmente meninos e minorias raciais/étnicas, podem ser mais vulneráveis aos efeitos da TV sobre o sono.

Fonte: Pediatrics, publicação online de 14 de abril de 2014

NEWS.MED.BR, 2014. Pediatrics: mais uma hora de TV ao dia, menos sete minutos de sono infantil. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/535579/pediatrics-mais-uma-hora-de-tv-ao-dia-menos-sete-minutos-de-sono-infantil.htm>. Acesso em: 23 jul. 2019.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
Gostou do artigo? Compartilhe!