Gostou do artigo? Compartilhe!

FDA permite comercialização do primeiro teste de ondas cerebrais para ajudar a avaliar crianças e adolescentes com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O Food and Drug Administration (FDA) permitiu a comercialização nos EUA do primeiro dispositivo médico com base na função cerebral para ajudar a avaliar o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) em crianças e adolescentes com idades entre 6 e 17 anos. Quando usado como parte de um exame médico e psicológico completo, o dispositivo pode ajudar a confirmar o diagnóstico1 de TDAH ou a decisão clínica de que testes diagnósticos futuros devem se concentrar no TDAH ou em outras condições médicas ou comportamentais que produzam sintomas2 semelhantes aos do TDAH.

O dispositivo, conhecido como Neuropsychiatric EEG-Based Assessment Aid (NEBA) System, é baseado no eletroencefalograma3 (EEG), tecnologia que registra diferentes tipos de impulsos elétricos (ondas) emitidos pelos neurônios4 (células nervosas5) no cérebro6 e o número de vezes (frequência) que os impulsos aparecem a cada segundo.

O NEBA System é um teste não-invasivo que dura de 15 a 20 minutos e calcula o índice entre duas frequências de ondas cerebrais normais, conhecidas como ondas teta e beta. Estudos têm demonstrado que o índice teta/beta parece ser mais elevado em crianças e adolescentes com TDAH que em crianças que não têm a doença.

"O diagnóstico1 de TDAH é um processo que segue várias etapas com base em um exame médico e psiquiátrico completo", disse Christy Foreman, diretora do Office of Device Evaluation do FDA’s Center for Devices and Radiological Health. "O NEBA System, junto com outras informações clínicas, pode ajudar os médicos a determinar com mais precisão se o TDAH é a causa de um problema comportamental", completa.

O TDAH é um dos transtornos neurocomportamentais mais comuns na infância. Segundo a American Psychiatric Association, 9% dos adolescentes dos EUA têm TDAH e a idade média do diagnóstico1 é de 7 anos de idade. Crianças com TDAH têm dificuldade de focar a atenção, apresentam hiperatividade, impulsividade e outros problemas comportamentais. Este transtorno ocorre em 3 a 5% das crianças em várias das regiões do mundo em que já foi pesquisado. Em mais da metade dos casos o transtorno acompanha o indivíduo na vida adulta, embora os sintomas2 de inquietude sejam mais brandos.

Fonte: FDA News Release, de 15 de julho de 2013 

NEWS.MED.BR, 2013. FDA permite comercialização do primeiro teste de ondas cerebrais para ajudar a avaliar crianças e adolescentes com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/366314/fda-permite-comercializacao-do-primeiro-teste-de-ondas-cerebrais-para-ajudar-a-avaliar-criancas-e-adolescentes-com-transtorno-do-deficit-de-atencao-com-hiperatividade-tdah.htm>. Acesso em: 14 nov. 2019.

Complementos

1 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
2 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
3 Eletroencefalograma: Registro da atividade elétrica cerebral mediante a utilização de eletrodos cutâneos que recebem e amplificam os potenciais gerados em cada região encefálica.
4 Neurônios: Unidades celulares básicas do tecido nervoso. Cada neurônio é formado por corpo, axônio e dendritos. Sua função é receber, conduzir e transmitir impulsos no SISTEMA NERVOSO. Sinônimos: Células Nervosas
5 Células Nervosas: Unidades celulares básicas do tecido nervoso. Cada neurônio é formado por corpo, axônio e dendritos. Sua função é receber, conduzir e transmitir impulsos no SISTEMA NERVOSO.
6 Cérebro: Derivado do TELENCÉFALO, o cérebro é composto dos hemisférios direito e esquerdo. Cada hemisfério contém um córtex cerebral exterior e gânglios basais subcorticais. O cérebro inclui todas as partes dentro do crânio exceto MEDULA OBLONGA, PONTE e CEREBELO. As funções cerebrais incluem as atividades sensório-motora, emocional e intelectual.
Gostou do artigo? Compartilhe!