Gostou do artigo? Compartilhe!

Gripe suína: 22 países têm casos oficialmente registrados da gripe influenza A (H1N1)

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Até hoje pela manhã, 22 países tinham um total de 1516 casos oficialmente registrados da gripe1 influenza2 A (H1N1), segundo a Organização Mundial de Saúde3 (OMS). O México confirmou 822 casos em humanos com 29 mortos pela doença. Os Estados Unidos têm 403 casos confirmados em laboratório, incluindo uma morte registrada.

Os seguintes países têm casos confirmados da doença, mas sem mortes: Áustria(1), Canadá (165), China, Região Administrativa Especial de Hong Kong (1), Colômbia (1), Costa Rica (1), Dinamarca (1), El Salvador(2), França (4), Alemanha (9), Guatemala (1), Irlanda (1), Israel (4), Itália (5), Holanda (1), Nova Zelândia (6), Portugal (1), República da Coréia (2), Espanha (57), Suécia (1) e Reino Unido (27).

É prudente que pessoas doentes adiem viagens internacionais e pessoas que desenvolvam sintomas4 durante viagens internacionais procurem assistência médica, de acordo com as orientações das autoridades nacionais. Todos devem lavar regularment as mãos5 com água e sabão e procurar atendimento médico em caso de sintomas4 gripais.

Não há risco de comer carne suína ou produtos derivados do porco bem cozidos (a 70°C).
 
Fonte: WHO

NEWS.MED.BR, 2009. Gripe suína: 22 países têm casos oficialmente registrados da gripe influenza A (H1N1). Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/34538/gripe-suina-22-paises-tem-casos-oficialmente-registrados-da-gripe-influenza-a-h1n1.htm>. Acesso em: 23 out. 2019.

Complementos

1 Gripe: Doença viral adquirida através do contágio interpessoal que se caracteriza por faringite, febre, dores musculares generalizadas, náuseas, etc. Sua duração é de aproximadamente cinco a sete dias e tem uma maior incidência nos meses frios. Em geral desaparece naturalmente sem tratamento, apenas com medidas de controle geral (repouso relativo, ingestão de líquidos, etc.). Os antibióticos não funcionam na gripe e não devem ser utilizados de rotina.
2 Influenza: Doença infecciosa, aguda, de origem viral que acomete o trato respiratório, ocorrendo em epidemias ou pandemias e frequentemente se complicando pela associação com outras infecções bacterianas.
3 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
4 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
5 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
Gostou do artigo? Compartilhe!