Atalho: 5RC9YRX
Gostou do artigo? Compartilhe!

Gravidez deve ser evitada em mulheres que usem Efavirenz

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

A Brystol-Myers Squibb e o FDA notificam aos profissionais de saúde1 sobre revisões de precaução no uso de Efavirenz (Sustiva, como é conhecido nos EUA, ou Stocrin, no Brasil) durante a gravidez2. O medicamento é indicado para tratamento de infecção3 pelo HIV4-1.

As revisões são resultantes de quatro estudos retrospectivos de defeitos de tubo neural5 em crianças nascidas de mulheres que tiveram exposição ao Sustiva no primeiro trimestre da gravidez2, incluindo três casos de meningomielocele e um caso de Síndrome6 de Dandy Walker.

Uma vez que o Sustiva pode causar danos fetais quando administrado durante o primeiro trimestre de gravidez2, esta deve ser evitada em mulheres que estejam fazendo uso do medicamento. Prescrito em combinação com outras drogas no tratamento de pessoas infectadas pelo HIV4-1, não deve ser usado juntamente com astemizol, cisaprida, midazolam, triazolam ou derivados do ergot.

O médico deve estar atento a sinais7 e sintomas8 que apareçam após o início do uso deste medicamento. São eles: depressão severa, pensamentos estranhos, fúria, distúrbios do sono, gravidez2, rash9 cutâneo10, variações de peso, cansaço, vômitos11 e diarréia12. Este medicamento deve ser ingerido com o estômago13 vazio, preferencialmente na hora de dormir, o que pode tornar alguns efeitos colaterais14 menos incomodativos.

Fonte: Food and Drug Administration

Equipe Médica Centralx15

NEWS.MED.BR, 2005. Gravidez deve ser evitada em mulheres que usem Efavirenz. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/pharma-news/949/gravidez-deve-ser-evitada-em-mulheres-que-usem-efavirenz.htm>. Acesso em: 11 dez. 2019.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
3 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
4 HIV: Abreviatura em inglês do vírus da imunodeficiência humana. É o agente causador da AIDS.
5 Tubo neural: Estrutura embrionária que dará origem ao cérebro e à medula espinhal. Durante a gestação humana, o tubo neural dá origem a três vesículas: romboencéfalo, mesencéfalo e prosencéfalo.
6 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
7 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
8 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
9 Rash: Coloração avermelhada da pele como conseqüência de uma reação alérgica ou infecção.
10 Cutâneo: Que diz respeito à pele, à cútis.
11 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
12 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
13 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
14 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
15 Centralx: Empresa fornecedora de produtos e serviços na área de medicina. Fundada em 1989 a Centralx é líder no mercado de softwares e sistemas de informação médicos no Brasil.
Gostou do artigo? Compartilhe!