Gostou do artigo? Compartilhe!

Nobel de Medicina 2007: cientistas que criaram ratos transgênicos, ampliando a pesquisa sobre doenças, são agraciados com o prêmio

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia
O prêmio Nobel de Medicina de 2007 foi concedido a dois americanos, Mario Capecchi e Oliver Smithies, e ao britânico Martin Evans por seus trabalhos sobre a criação de ratos transgênicos, que abriram um novo horizonte para pesquisas de doenças como Alzheimer1, doenças cardiovasculares2 e neuro-degenerativas3, câncer4 e diabetes5.


Os estudos de Capecchi, Smithies e Evans permitiram descobrir como manipular geneticamente células-tronco6 embrionárias de ratos, com o desenvolvimento de uma técnica de modificação de genes conhecida como “neutralização” de genes. As descobertas podem ser aplicadas em várias áreas da biomedicina, desde pesquisas básicas até o desenvolvimento de novas terapias.


Com a neutralização de genes é possível produzir modificações no DNA de ratos, permitindo aos cientistas estabelecer a função individual de genes na saúde7 e na doença, ampliando o estudo de diversas patologias.


Os vencedores receberão uma medalha de ouro, um diploma e um cheque de 10 milhões de coroas suecas (1,52 milhão de dólares).


Fonte: Nobelprize.org

NEWS.MED.BR, 2007. Nobel de Medicina 2007: cientistas que criaram ratos transgênicos, ampliando a pesquisa sobre doenças, são agraciados com o prêmio. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/11919/nobel-de-medicina-2007-cientistas-que-criaram-ratos-transgenicos-ampliando-a-pesquisa-sobre-doencas-sao-agraciados-com-o-premio.htm>. Acesso em: 14 dez. 2019.

Complementos

1 Alzheimer: Doença degenerativa crônica que produz uma deterioração insidiosa e progressiva das funções intelectuais superiores. É uma das causas mais freqüentes de demência. Geralmente começa a partir dos 50 anos de idade e tem incidência similar entre homens e mulheres.
2 Doenças cardiovasculares: Doença do coração e vasos sangüíneos (artérias, veias e capilares).
3 Degenerativas: Relativas a ou que provocam degeneração.
4 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
5 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
6 Células-tronco: São células primárias encontradas em todos os organismos multicelulares que retêm a habilidade de se renovar por meio da divisão celular mitótica e podem se diferenciar em uma vasta gama de tipos de células especializadas.
7 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
Gostou do artigo? Compartilhe!