Atalho: 6V9D58N
Gostou do artigo? Compartilhe!

American Journal of Epidemiology: mulheres que consomem mais de três porções de alimentos lácteos ao dia são 18% menos propensas a serem diagnosticadas com endometriose

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Mulheres que consomem mais de três porções de alimentos lácteos ao dia são 18% menos propensas a serem diagnosticadas com endometriose1, comparadas às que ingerem duas porções.

A etiologia2 da endometriose1 é pouco compreendida e alguns fatores de risco modificáveis foram identificados. Alimentos lácteos e alguns nutrientes podem modular fatores inflamatórios e imunológicos, que estão alterados em mulheres com endometriose1.

Pesquisadores do Epidemiology Center, Brigham and Women's Hospital avaliaram se a ingestão de alimentos lácteos, os nutrientes concentrados em alimentos lácteos e os níveis de 25-hidroxi vitamina3 D (25-OH D) no plasma4 estão associados ao diagnóstico5 de casos novos de endometriose1 confirmados por laparoscopia6 entre 70.556 mulheres norte-americanas no Nurses’ Health Study II. A dieta foi avaliada através de questionário de frequência alimentar. A pontuação para a previsão dos níveis de 25-OH D foi calculada para cada participante. Durante acompanhamento por um período de 14 anos (1991-2005), 737.712 pessoas/ano e 1.385 casos incidentes7 de endometriose1 foram comprovados por laparoscopia6. A ingestão de alimentos lácteos e o baixo teor de gordura8 foram associados a um menor risco desta patologia9. Mulheres que consomem mais de três porções de alimentos lácteos ao dia no total, são 18% menos propensas a serem diagnosticadas com endometriose1, comparadas àquelas que ingerem duas porções ao dia (P = 0,03). Além disso, os níveis de 25-OH D no plasma4 foram inversamente associados à endometriose1. Mulheres no quintil mais alto do previsto para os níveis de vitamina3 D apresentaram um risco 24% menor de endometriose1 do que as mulheres no quintil mais baixo (P = 0,004).

Os resultados sugerem que maiores níveis de 25-OH D no plasma4 e uma maior ingestão de alimentos lácteos estão associados a um risco diminuído de endometriose1.

Fonte: American Journal of Epidemiology, publicação online de 3 de fevereiro de 2013 

NEWS.MED.BR, 2013. American Journal of Epidemiology: mulheres que consomem mais de três porções de alimentos lácteos ao dia são 18% menos propensas a serem diagnosticadas com endometriose. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/340064/american-journal-of-epidemiology-mulheres-que-consomem-mais-de-tres-porcoes-de-alimentos-lacteos-ao-dia-sao-18-menos-propensas-a-serem-diagnosticadas-com-endometriose.htm>. Acesso em: 13 dez. 2018.

Complementos

1 Endometriose: Doença que acomete as mulheres em idade reprodutiva e consiste na presença de endométrio em locais fora do útero. Endométrio é a camada interna do útero que é renovada mensalmente pela menstruação. Os locais mais comuns da endometriose são: Fundo de Saco de Douglas (atrás do útero), septo reto-vaginal (tecido entre a vagina e o reto ), trompas, ovários, superfície do reto, ligamentos do útero, bexiga e parede da pélvis.
2 Etiologia: 1. Ramo do conhecimento cujo objeto é a pesquisa e a determinação das causas e origens de um determinado fenômeno. 2. Estudo das causas das doenças.
3 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
4 Plasma: Parte que resta do SANGUE, depois que as CÉLULAS SANGÜÍNEAS são removidas por CENTRIFUGAÇÃO (sem COAGULAÇÃO SANGÜÍNEA prévia).
5 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
6 Laparoscopia: Procedimento cirúrgico mediante o qual se introduz através de uma pequena incisão na parede abdominal, torácica ou pélvica, um instrumento de fibra óptica que permite realizar procedimentos diagnósticos e terapêuticos.
7 Incidentes: 1. Que incide, que sobrevém ou que tem caráter secundário; incidental. 2. Acontecimento imprevisível que modifica o desenrolar normal de uma ação. 3. Dificuldade passageira que não modifica o desenrolar de uma operação, de uma linha de conduta.
8 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
9 Patologia: 1. Especialidade médica que estuda as doenças e as alterações que estas provocam no organismo. 2. Qualquer desvio anatômico e/ou fisiológico, em relação à normalidade, que constitua uma doença ou caracterize determinada doença. 3. Por extensão de sentido, é o desvio em relação ao que é próprio ou adequado ou em relação ao que é considerado como o estado normal de uma coisa inanimada ou imaterial.
Gostou do artigo? Compartilhe!