Gostou do artigo? Compartilhe!

Consumo regular de chá preto pode ajudar a aliviar o estresse

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia
A ingestão diária de alguns copos de chá preto pode auxiliar na recuperação do estresse da vida diária. De acordo com um estudo realizado por pesquisadores da University College London e publicado no jornal Psychopharmacology, o chá preto ajuda a diminuir os níveis do hormônio1 cortisol no sangue2.

Durante o estudo, 75 homens jovens que possuiam hábito de beber chá regularmente foram divididos em grupos e monitorados durante 6 semanas. Eles deixaram de tomar chá, café e demais bebidas com cafeína.

Um dos grupos recebeu uma bebida feita de chá cafeinado sabor fruta, este contendo os mesmos compostos de uma xícara de chá preto. O outro grupo recebeu placebo3 de mesmo sabor, sem os ingredientes presentes no chá preto. As duas bebidas eram parecidas com o chá visualmente. De acordo com os pesquisadores, a intenção era apenas mascarar os estímulos sensoriais como aroma e sabor.

Os homens dos dois grupos foram submetidos a tarefas estressantes - ameaça de desemprego, acusação de furto e incidente4 em asilo de idosos - nas quais eles tinham que preparar uma defesa verbal diante de uma câmera. Como desejado pelos pesquisadores, as tarefas aumentaram a pressão sangüínea5 dos participantes, batimentos cardíacos e níveis de estresse.

No grupo que bebeu o placebo3, os níveis de cortisol tiveram uma redução média de 27% nos 50 minutos após a tarefa. O grupo que bebeu chá preto apresentou uma redução média de 47% no mesmo período.

A ativação das plaquetas6 do sangue2, ligada à coagulação7 e ao risco de ataque cardíaco, também foi mais baixa no grupo que bebeu o chá preto. Além disso, este grupo disse ter sentido um grau de relaxamento no período de recuperação depois da tarefa. Os pesquisadores ainda não descobriram quais ingredientes no chá são responsáveis por estes efeitos. Sabe-se apenas que ingredientes como catequinas, polifenóis, flavonóides e aminoácidos afetam neurotransmissores.

Fonte: University College London
NEWS.MED.BR, 2006. Consumo regular de chá preto pode ajudar a aliviar o estresse. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1881/consumo-regular-de-cha-preto-pode-ajudar-a-aliviar-o-estresse.htm>. Acesso em: 14 nov. 2019.

Complementos

1 Hormônio: Substância química produzida por uma parte do corpo e liberada no sangue para desencadear ou regular funções particulares do organismo. Por exemplo, a insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que diz a outras células quando usar a glicose para energia. Hormônios sintéticos, usados como medicamentos, podem ser semelhantes ou diferentes daqueles produzidos pelo organismo.
2 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
3 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
4 Incidente: 1. Que incide, que sobrevém ou que tem caráter secundário; incidental. 2. Acontecimento imprevisível que modifica o desenrolar normal de uma ação. 3. Dificuldade passageira que não modifica o desenrolar de uma operação, de uma linha de conduta.
5 Pressão sangüínea: Força exercida pelo sangue arterial por unidade de área da parede arterial. É expressa como uma razão (Exemplo: 120/80, lê-se 120 por 80). O primeiro número é a pressão sistólica ou pressão máxima. E o segundo número é a presão diastólica ou mínima.
6 Plaquetas: Elemento do sangue (não é uma célula porque não apresenta núcleo) produzido na medula óssea, cuja principal função é participar da coagulação do sangue através da formação de conglomerados que tamponam o escape do sangue por uma lesão em um vaso sangüíneo.
7 Coagulação: Ato ou efeito de coagular(-se), passando do estado líquido ao sólido.
Gostou do artigo? Compartilhe!