Atalho: 5X5FH7W
Gostou do artigo? Compartilhe!

Stroke publica oito fatores desencadeantes da ruptura de um aneurisma cerebral

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Pesquisadores do Utrecht Stroke Center publicaram, no periódico Stroke, os oito fatores de risco que podem colaborar para a ruptura de um aneurisma1 cerebral. Todos eles provocam um aumento súbito e curto da pressão arterial2, que parece ser a possível causa para a ruptura do aneurisma1. O objetivo do estudo foi conhecer melhor a fisiopatologia3 da doença e facilitar o desenvolvimento de estratégias de prevenção.

Durante um período de três anos, os dados de 250 pacientes com hemorragia4 subaracnóidea por ruptura de aneurisma1 intracraniano foram avaliados. Os participantes responderam perguntas sobre a frequência e a intensidade de exposição a 30 fatores de risco em um período imediatamente anterior à ocorrência da hemorragia4 subaracnóidea (período de risco).

Após análises estatísticas, os oito fatores desencadeantes da ruptura de um aneurisma1 intracraniano foram encontrados. São eles:

  • Consumo de café
  • Consumo de bebidas tipo “cola”
  • Raiva5
  • Susto
  • Esforço para defecar
  • Relação sexual
  • Assoar o nariz6
  • Exercícios físicos rigorosos

O maior risco populacional atribuível foi encontrado para o consumo de café (10,6%) e para os exercícios físicos rigorosos (7,9%). Novas pesquisas são necessárias para avaliar estes resultados.

Fonte: Stroke – Volume 42, de 1º de maio de 2011

NEWS.MED.BR, 2011. Stroke publica oito fatores desencadeantes da ruptura de um aneurisma cerebral. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/181190/stroke-publica-oito-fatores-desencadeantes-da-ruptura-de-um-aneurisma-cerebral.htm>. Acesso em: 19 jan. 2021.

Complementos

1 Aneurisma: Alargamento anormal da luz de um vaso sangüíneo. Pode ser produzida por uma alteração congênita na parede do mesmo ou por efeito de diferentes doenças (hipertensão, aterosclerose, traumatismo arterial, doença de Marfán, etc.).
2 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
3 Fisiopatologia: Estudo do conjunto de alterações fisiológicas que acontecem no organismo e estão associadas a uma doença.
4 Hemorragia: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
5 Raiva: 1. Doença infecciosa freqüentemente mortal, transmitida ao homem através da mordida de animais domésticos e selvagens infectados e que produz uma paralisia progressiva juntamente com um aumento de sensibilidade perante estímulos visuais ou sonoros mínimos. 2. Fúria, ódio.
6 Nariz: Estrutura especializada que funciona como um órgão do sentido do olfato e que também pertence ao sistema respiratório; o termo inclui tanto o nariz externo como a cavidade nasal.
Gostou do artigo? Compartilhe!