Gostou do artigo? Compartilhe!

Estudo publicado pelo JAMA sugere que o consumo de bebidas açucaradas, incluindo sucos de frutas, está associado à mortalidade em adultos dos EUA

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O consumo de bebidas açucaradas (ou seja, bebidas adoçadas com açúcar1 e sucos de frutas) está associado a um aumento do risco de mortalidade2? Pesquisas já relacionaram o consumo de bebidas adoçadas com açúcar1 (SSBs - sugar-sweetened beverages em inglês) com o risco de doença cardíaca coronária (DCC), mas o papel do suco de frutas nutricionalmente similar e a associação dessas bebidas com o risco de mortalidade2 é desconhecido.

Esta pesquisa, publicada online pelo periódico JAMA, buscou avaliar a associação de SSBs e sucos 100% de frutas, isoladamente e em combinação (bebidas açucaradas), com a mortalidade2.

O estudo de coorte3 é uma análise secundária de dados obtidos de 30.183 participantes no estudo “Reasons for Geographic and Racial Differences in Stroke" (REGARDS). O estudo REGARDS foi projetado para examinar os modificadores do risco de AVC. A inscrição de participantes ocorreu de fevereiro de 2003 a outubro de 2007, com acompanhamento a cada 6 meses até 2013. No geral, 30.183 adultos negros e brancos não hispânicos com 45 anos ou mais foram inscritos no estudo REGARDS.

Aqueles com DCC conhecida, acidente vascular cerebral4 ou diabetes5 no início do estudo (12.253 [40,6%]) e aqueles com falta de dados dietéticos (4.490 [14,9%]) foram excluídos do estudo atual, resultando em um tamanho de amostra de 13.440. Os dados foram analisados de novembro de 2017 a dezembro de 2018.

O consumo de bebida adoçada com açúcar1 e de suco 100% de frutas foi estimado usando um questionário de frequência alimentar validado e examinado usando categorias de consumo que se alinham com os limites recomendados para a ingestão de açúcar1 como porcentagem da energia total (ET; <5%, 5% a < 10% e ≥10%) e incrementos de 12 oz.

Os principais resultados e medidas foram a mortalidade2 por todas as causas e por doenças coronarianas, determinadas a partir de registros de causas de morte e entrevistas familiares e julgadas por uma equipe treinada. Razões de risco ajustadas (HRs) multivariáveis ​​foram estimadas usando modelos de regressão.

No geral, 13.440 participantes tinham uma idade média (DP) de 63,6 (9,1) anos no início do estudo, 7.972 (59,3%) eram homens, 9.266 (68,9%) eram brancos não-hispânicos e 9.482 (70,8%) tinham sobrepeso6 ou obesidade7. Houve 1.000 mortes por todas as causas e 168 mortes relacionadas à DCC durante o acompanhamento (média [DP] de acompanhamento, 6,0 [1,8] anos).

A média (DP) de consumo de bebida açucarada foi de 8,4% (8,3%) da ET/dia (4,4% [6,8%] ET/dia de SSBs; 4,0% [6,8%] ET/dia de suco 100% de frutas). Entre os altos consumidores de bebidas açucaradas (≥10% da ET) vs os baixos consumidores (<5% da ET), as HRs ajustadas ao risco foram 1,44 (IC 95%, 0,97-2,15) para a mortalidade2 por DCC e 1,14 (IC 95%, 0,97-1,33) para a mortalidade2 por todas as causas.

HRs de mortalidade2 por todas as causas ajustadas ao risco foram de 1,11 (IC 95%, 1,03-1,19) para cada 12 oz adicionais de bebida açucarada consumidos e 1,24 (IC 95%, 1,09-1,42) para cada 12 oz adicionais de suco de fruta consumidos. Em modelos ajustados ao risco, não houve associação significativa entre o consumo de bebidas açucaradas e a mortalidade2 por doença cardíaca coronariana.

O estudo concluiu que cada dose adicional de 12 oz/dia, tanto de bebidas açucaradas, como de suco de frutas, foi associada a um risco de mortalidade2 por todas as causas 11% e 24% maiores, respectivamente. Esses achados sugerem que o consumo de bebidas açucaradas, incluindo sucos de frutas, está associado à mortalidade2 por todas as causas. Estudos robustos e de longo prazo são necessários para informar a associação do consumo destas bebidas com o risco de mortalidade2 por DCC.

Leia também sobre "Doença arterial coronariana", "Frutose8" e "Perigos dos sucos em caixinhas".

 

Fonte: JAMA Network Open, publicação online de 17 de maio de 2019.

 

NEWS.MED.BR, 2019. Estudo publicado pelo JAMA sugere que o consumo de bebidas açucaradas, incluindo sucos de frutas, está associado à mortalidade em adultos dos EUA. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1338623/estudo-publicado-pelo-jama-sugere-que-o-consumo-de-bebidas-acucaradas-incluindo-sucos-de-frutas-esta-associado-a-mortalidade-em-adultos-dos-eua.htm>. Acesso em: 20 nov. 2019.

Complementos

1 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
2 Mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um dado demográfico do número de óbitos, geralmente para cada mil habitantes em uma dada região, em um determinado período de tempo.
3 Estudo de coorte: Um estudo de coorte é realizado para verificar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.
4 Acidente vascular cerebral: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
5 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
6 Sobrepeso: Peso acima do normal, índice de massa corporal entre 25 e 29,9.
7 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
8 Frutose: Açúcar encontrado naturalmente em frutas e mel. A frutose encontrada em alimentos processados é derivada do milho. Contém quatro calorias por grama.
Gostou do artigo? Compartilhe!