Atalho: 6EDR1KR
Gostou do artigo? Compartilhe!

Especialistas médicos participam de campanha da ABIM Foundation para reduzir exames e procedimentos médicos desnecessários

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Campanha da American Board of Internal Medicine Foundation (ABIM Foundation), conhecida como Choosing Wisely, divulga listas criadas por nove grupos de especialistas médicos. As listas contêm informações sobre testes ou procedimentos comuns que os especialistas acreditam ser excessivamente ou desnecessariamente realizados. O objetivo é ajudar médicos e pacientes a tomar decisões mais sábias sobre os cuidados com a saúde1.

Cada grupo de especialistas fez uma lista contendo cinco testes ou procedimentos em suas respectivas áreas de atuação. As listas receberam o nome “Cinco coisas que os médicos e os pacientes devem questionar”, do inglês "Five Things Physicians and Patients Should Question", e foram divulgadas esta semana como parte da campanha Choosing Wisely da ABIM Foundation.

São alguns exemplos das recomendações dos especialistas:

  • American College of Physicians: a maioria dos pacientes que desmaia não necessita fazer uma tomografia computadorizada2 cerebral ou uma ressonância magnética3. Pesquisas mostram que, quando não há evidências de convulsões ou de outros sintomas4 neurológicos, exames cerebrais não melhoram o prognóstico5 dos pacientes.
  • American College of Cardiology: pacientes saudáveis, sem sintomas4 cardíacos, não precisam se submeter a exames de imagem como parte de seus check-ups anuais. Neste grupo de pessoas, estes testes raramente levam a qualquer mudança significativa no tratamento do paciente.
  • American College of Radiology: os pacientes que têm uma história clínica e exame físico sem alterações não precisam de uma radiografia de tórax6 antes de fazer uma cirurgia ambulatorial7. Na maioria dos casos, esta radiografia não muda o manejo da patologia8 do paciente e não melhora o prognóstico5.
  • American Academy of Family Physicians: densitometria9 óssea por absorção de dupla energia de raios X (DXA) não deve ser usada para triagem de osteoporose10 em mulheres com menos de 65 anos e homens com menos de 70 anos. Pesquisas mostraram que a DXA não parece ajudar pacientes nesta faixa etária sem fatores de risco para a osteoporose10.
  • American Society of Nephrology: pacientes em diálise11 que tenham expectativa de vida12 limitada e que não apresentam sinais13 ou sintomas4 de câncer14 não devem passar por uma rotina de exames de triagem para o câncer14. Estes testes não melhoram a sobrevida15 neste grupo de pessoas e podem resultar em um diagnóstico16 falso positivo, o qual leva a tratamento e estresse desnecessários.

Outros grupos que participaram da pesquisa foram: American Academy of Allergy, Asthma & Immunology, American Gastroenterology Association, American Society of Clinical Oncology e American Society of Nuclear Cardiology.

Outras oito sociedades médicas aderiram ao Choosing Wisely e divulgarão as suas listas brevemente. São elas: American Academy of Hospice and Palliative Medicine, American Academy of Otolaryngology - Head and Neck Surgery, American College of Rheumatology, American Geriatrics Society, American Society for Clinical Pathology, American Society of Echocardiography, Society of Hospital Medicine e Society of Nuclear Medicine.

Fontes:

ABIM Foundation

Choosing Wisely

JAMA - Journal of the American Medical Association, publicação online de 4 de abril de 2012

 

NEWS.MED.BR, 2012. Especialistas médicos participam de campanha da ABIM Foundation para reduzir exames e procedimentos médicos desnecessários. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/293045/especialistas-medicos-participam-de-campanha-da-abim-foundation-para-reduzir-exames-e-procedimentos-medicos-desnecessarios.htm>. Acesso em: 10 jul. 2020.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Tomografia computadorizada: Exame capaz de obter imagens em tons de cinza de “fatias” de partes do corpo ou de órgãos selecionados, as quais são geradas pelo processamento por um computador de uma sucessão de imagens de raios X de alta resolução em diversos segmentos sucessivos de partes do corpo ou de órgãos.
3 Ressonância magnética: Exame que fornece imagens em alta definição dos órgãos internos do corpo através da utilização de um campo magnético.
4 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
5 Prognóstico: 1. Juízo médico, baseado no diagnóstico e nas possibilidades terapêuticas, em relação à duração, à evolução e ao termo de uma doença. Em medicina, predição do curso ou do resultado provável de uma doença; prognose. 2. Predição, presságio, profecia relativos a qualquer assunto. 3. Relativo a prognose. 4. Que traça o provável desenvolvimento futuro ou o resultado de um processo. 5. Que pode indicar acontecimentos futuros (diz-se de sinal, sintoma, indício, etc.). 6. No uso pejorativo, pernóstico, doutoral, professoral; prognóstico.
6 Tórax: Parte superior do tronco entre o PESCOÇO e o ABDOME; contém os principais órgãos dos sistemas circulatório e respiratório. (Tradução livre do original Sinônimos: Peito; Caixa Torácica
7 Cirurgia ambulatorial: É um procedimento ambulatorial comum que ocorre diariamente em todo hospital. Ela pode ser definida como qualquer procedimento cirúrgico relativamente simples, que não exige que o paciente permaneça internado no hospital ou em uma instituição médica.
8 Patologia: 1. Especialidade médica que estuda as doenças e as alterações que estas provocam no organismo. 2. Qualquer desvio anatômico e/ou fisiológico, em relação à normalidade, que constitua uma doença ou caracterize determinada doença. 3. Por extensão de sentido, é o desvio em relação ao que é próprio ou adequado ou em relação ao que é considerado como o estado normal de uma coisa inanimada ou imaterial.
9 Densitometria: Medição de densidade óptica em chapas fotográficas.
10 Osteoporose: Doença óssea caracterizada pela diminuição da formação de matriz óssea que predispõe a pessoa a sofrer fraturas com traumatismos mínimos ou mesmo na ausência deles. É influenciada por hormônios, sendo comum nas mulheres pós-menopausa. A terapia de reposição hormonal, que administra estrógenos a mulheres que não mais o produzem, tem como um dos seus objetivos minimizar esta doença.
11 Diálise: Quando os rins estão muito doentes, eles deixam de realizar suas funções, o que pode levar a risco de vida. Nesta situação, é preciso substituir as funções dos rins de alguma maneira, o que pode ser feito realizando-se um transplante renal, ou através da diálise. A diálise é um tipo de tratamento que visa repor as funções dos rins, retirando as substâncias tóxicas e o excesso de água e sais minerais do organismo, estabelecendo assim uma nova situação de equilíbrio. Existem dois tipos de diálise: a hemodiálise e a diálise peritoneal.
12 Expectativa de vida: A expectativa de vida ao nascer é o número de anos que se calcula que um recém-nascido pode viver caso as taxas de mortalidade registradas da população residente, no ano de seu nascimento, permaneçam as mesmas ao longo de sua vida.
13 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
14 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
15 Sobrevida: Prolongamento da vida além de certo limite; prolongamento da existência além da morte, vida futura.
16 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
Gostou do artigo? Compartilhe!