Gostou do artigo? Compartilhe!

Presença de arsênico em água potável ameaça a saúde

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

 

A presença de arsênico em água potável ameaça a saúde1 de pessoas em mais de 70 países no mundo, de acordo com uma nova pesquisa publicada hoje e apresentada na conferência anual da Royal Geographical Society's.

Peter Ravenscroft, do Departmento de Geografia da Universidade de Cambridge, disse, em conferência em Londres, que cerca de 137 milhões de pessoas estão sendo expostas, sem ter conhecimento, a níveis não seguros de arsênico na água potável.


Não há risco maior para as pessoas que vivem no Reino Unido, onde testes já foram feitos por companhias que fornecem água potável à população. Mas a conferência anual da Royal Geographical Society's mencionou o risco de uma nova contaminação da água por arsênico, tanto em países do sul e sudoeste da Ásia, quanto em países da América do Sul, América Central e algumas áreas da África. Estudiosos alertam para que as fontes de água sejam testadas com prioridade.


A presença de arsênico em fontes de água acontece naturalmente e as concentrações são particularmente elevadas em locais em que a água é extraída do subterrâneo profundo, sendo exposta aos sedimentos que contêm o elemento. Por ser carcinogênico, o arsênico pode causar tumores de pele2, pulmão3 e bexiga4, assim como doenças cardiovasculares5, rinite6 crônica, conjuntivite7 e blefarite8.


Na conferência anual da Royal Geographical Society's foi citado que Bangladesh é o país mais atingido pela contaminação da água. Os níveis seguros de arsênico na água, segundo a Organização Mundial de Saúde1, são 10 partes por bilhão (em inglês - parts per billion - ppb) de arsênico na água. Entretanto, 137 milhões de pessoas bebem água com conteúdo maior de arsênico e 57 milhões usam água com níveis de mais de 50 ppb.


Fonte: University of Cambridge

NEWS.MED.BR, 2007. Presença de arsênico em água potável ameaça a saúde. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/11661/presenca-de-arsenico-em-agua-potavel-ameaca-a-saude.htm>. Acesso em: 14 abr. 2021.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
3 Pulmão: Órgão do sistema respiratório situado na cavidade torácica e responsável pelas trocas gasosas entre o ambiente e o sangue. São em número de dois, possuem forma piramidal, têm consistência esponjosa e medem cerca de 25 cm de comprimento. Os pulmões humanos são divididos em segmentos denominados lobos. O pulmão esquerdo possui dois lobos e o direito possui três. Os pulmões são compostos de brônquios que se dividem em bronquíolos e alvéolos pulmonares. Nos alvéolos se dão as trocas gasosas ou hematose pulmonar entre o meio ambiente e o corpo, com a entrada de oxigênio na hemoglobina do sangue (formando a oxiemoglobina) e saída do gás carbônico ou dióxido de carbono (que vem da célula como carboemoglobina) dos capilares para o alvéolo.
4 Bexiga: Órgão cavitário, situado na cavidade pélvica, no qual é armazenada a urina, que é produzida pelos rins. É uma víscera oca caracterizada por sua distensibilidade. Tem a forma de pêra quando está vazia e a forma de bola quando está cheia.
5 Doenças cardiovasculares: Doença do coração e vasos sangüíneos (artérias, veias e capilares).
6 Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
7 Conjuntivite: Inflamação da conjuntiva ocular. Pode ser produzida por alergias, infecções virais, bacterianas, etc. Produz vermelhidão ocular, aumento da secreção e ardor.
8 Blefarite: Inflamação do bordo externo das pálpebras ou pestanas. Também conhecida como palpebrite, sapiranga, sapiroca ou tarsite.
Gostou do artigo? Compartilhe!