Atalho: 5VHQ42E
Gostou do artigo? Compartilhe!

Apoio aos pacientes: no Dia Internacional da Mulher, confira um guia especial sobre saúde da mulher

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Alguns cuidados simples no dia-a-dia podem transformar a vida de uma mulher. A prevenção das doenças que acometem o público feminino é importante para um futuro mais saudável e para a melhoria do bem-estar de todos.

Desde cedo, as mulheres podem e devem cuidar da sua saúde1. A adolescência é um ótimo período para adquirir hábitos saudáveis e equilíbrio, que farão a diferença no futuro.

Alimentação
Procure alimentar-se adequadamente com alimentos ricos em vitaminas e nutrientes e nos horários corretos. Faça pelo menos 5 refeições ao dia, dando preferência para alimentos com pouca concentração de açúcares e gorduras saturadas2. Coloque no seu cardápio alimentos ricos em cálcio, ferro, vitaminas e fibras. As frutas, verduras, legumes e grelhados - principalmente peixe, frango e carne vermelha magra - são boas opções e, com criatividade, podem fazer parte de saladas saborosas.

Cuidados com a pele3
Limpe, hidrate e tonifique sua pele3. O uso de filtro solar diariamente pela manhã e com renovação no meio do dia  previne o câncer4 de pele3. Evite a exposição ao sol de 10 às 16 horas, quando os raios ultravioletas estão mais fortes. Use óculos de sol.

Para melhorar a hidratação da pele3, procure usar sabonetes neutros - os de glicerina são ótimos para a hidratação. A água do banho não deve ser muito quente. Após o banho, use um hidratante em todo o corpo. Importante: mantenha uma ingestão líquida de pelo menos 2 litros todos os dias, incluindo água, sucos ou vitaminas de frutas e água de côco.

Postura

Preste atenção em sua postura quando estiver sentada, andando ou fazendo exercícios físicos. Preserve o bem-estar de sua coluna.

Atividade física

Os exercícios físicos regulares previnem doenças como diabetes5, hipertensão arterial6, colesterol7 alto e osteoporose8, além de melhorarem a disposição para as tarefas do dia-a-dia e ajudarem a manter um peso corporal adequado. Procure inclui-los em suas atividades rotineiras.

Prevenção contra varizes9

Para previnir o surgimento de varizes9, deite no final do dia em uma cama e coloque as pernas para cima por pelo menos 15 minutos. Use calçados confortáveis, faça caminhadas em solo plano, não fique durante muito tempo sentada ou de pé. Procure fazer exercícios com os pés pelo menos a cada 2 horas para ativar a circulação10. Converse com um angiologista sobre a necessidade de usar meias elásticas para prevenir as varizes9.

Unhas11 limpas
Mantenha suas unhas11 cortadas e limpas. Isso evita as verminoses. E também mantém o visual mais agradável.

Não fuja do médico
A visita anual a alguns especialistas médicos deve fazer parte da sua rotina para prevenir doenças comuns nas mulheres como câncer4 de colo12 de útero13, câncer4 de mama14, câncer4 de pele3, diabetes5 e obesidade15. Vá anualmente ao ginecologista, ao oftalmologista16, ao dermatologista e a um clínico geral.

A saúde1 é sua
Participe ativamente dos cuidados com sua saúde1 procurando informações de fontes confiáveis e seguindo os conselhos do seu médico.

Saúde1 mental
Invista no aprimoramento de seus conhecimentos: faça cursos de atualização em uma área que desperte seu interesse, aprenda novos idiomas, leia muitos livros, informe-se sobre o mundo. Mantenha sua mente ativa! Isso vai deixá-la mais feliz e realizada e pode previnir doenças como a demência17 senil.

O ginecologista
A primeira consulta ao ginecologista deve ser feita após a primeira menstruação18 e mantida anualmente ou conforme orientação médica. Para prevenção do câncer4 de colo12 de útero13 (é o câncer4 que mais mata a mulher, depois do câncer4 de mama14) deve ser realizado anualmente o exame preventivo19 ou exame de Papanicolaou.

A partir dos 15 anos toda adolescente deve fazer o auto-exame das mamas20 mensalmente, sempre após a menstruação18. O ginecologista deve orientar a realização de uma primeira mamografia21 aos 35 anos, para que sirva de parâmetro para as avaliações futuras. Antes desta idade, caso seja necessário um estudo das mamas20, geralmente o ginecologista solicita uma ultrassonografia22, que visualiza melhor a mama14 neste estágio de desenvolvimento.

A partir de 45 anos, a ultrassonografia22 transvaginal com doppler ajuda a previnir o câncer4 de ovário23, que é raro, mas pode ser fatal. Ela pode ser solicitada anualmente pelo ginecologista, de acordo com a necessidade de cada paciente.

Prevenção contra a osteoporose8
A densitometria24 óssea também deve ser realizada após os 45 anos anualmente, com avaliação da massa óssea da coluna lombar e do colo do fêmur25, para detectar perdas ósseas significativas. Assim a osteoporose8 é prevenida ou acompanhada com as medidas que se fizerem necessárias.

Para previnir a osteoporose8 é importante que as mulheres tenham uma ingestão satisfatória de cálcio na dieta, não só na idade adulta, mas principalmente antes dos 30 anos para que os depósitos de cálcio no organismo sejam satisfatórios. O cálcio é encontrado em alimentos como leite, ovos, queijos, iogurtes, manteiga, couve, sardinhas em lata em óleo comestível, figos secos, brócolis, salmão.

Menopausa26
Na menopausa26, toda mulher só deve fazer reposição hormonal se indicada criteriosamente por um ginecologista. Além disso, deve realizar exames para estudar o seu perfil osteometabólico e cardiovascular.

Gravidez27
Durante uma gravidez27, a mulher deve ser acompanhada por um obstetra competente em consultas pré-natais para garantir que sejam tomados os cuidados e prevenidas doenças na mãe e no bebê. O obstetra deve orientar os cuidados e exames a serem realizados, além de conversar a respeito das vantagens e desvantagens dos tipos de parto existentes e das dúvidas de suas pacientes.

NEWS.MED.BR, 2006. Apoio aos pacientes: no Dia Internacional da Mulher, confira um guia especial sobre saúde da mulher. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/para-pacientes/1210/apoio-aos-pacientes-no-dia-internacional-da-mulher-confira-um-guia-especial-sobre-saude-da-mulher.htm>. Acesso em: 21 set. 2019.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Gorduras saturadas: Elas são encontradas principalmente em produtos de origem animal. Em temperatura ambiente, apresentam-se em estado sólido. Estão nas carnes vermelhas e brancas (principalmente gordura da carne e pele das aves e peixes), leite e seus derivados integrais (manteiga, creme de leite, iogurte, nata) e azeite de dendê.
3 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
4 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
5 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
6 Hipertensão arterial: Aumento dos valores de pressão arterial acima dos valores considerados normais, que no adulto são de 140 milímetros de mercúrio de pressão sistólica e 85 milímetros de pressão diastólica.
7 Colesterol: Tipo de gordura produzida pelo fígado e encontrada no sangue, músculos, fígado e outros tecidos. O colesterol é usado pelo corpo para a produção de hormônios esteróides (testosterona, estrógeno, cortisol e progesterona). O excesso de colesterol pode causar depósito de gordura nos vasos sangüíneos. Seus componentes são: HDL-Colesterol: tem efeito protetor para as artérias, é considerado o bom colesterol. LDL-Colesterol: relacionado às doenças cardiovasculares, é o mau colesterol. VLDL-Colesterol: representa os triglicérides (um quinto destes).
8 Osteoporose: Doença óssea caracterizada pela diminuição da formação de matriz óssea que predispõe a pessoa a sofrer fraturas com traumatismos mínimos ou mesmo na ausência deles. É influenciada por hormônios, sendo comum nas mulheres pós-menopausa. A terapia de reposição hormonal, que administra estrógenos a mulheres que não mais o produzem, tem como um dos seus objetivos minimizar esta doença.
9 Varizes: Dilatação anormal de uma veia. Podem ser dolorosas ou causar problemas estéticos quando são superficiais como nas pernas. Podem também ser sede de trombose, devido à estase sangüínea.
10 Circulação: 1. Ato ou efeito de circular. 2. Facilidade de se mover usando as vias de comunicação; giro, curso, trânsito. 3. Movimento do sangue, fluxo de sangue através dos vasos sanguíneos do corpo e do coração.
11 Unhas: São anexos cutâneos formados por células corneificadas (queratina) que formam lâminas de consistência endurecida. Esta consistência dura, confere proteção à extremidade dos dedos das mãos e dos pés. As unhas têm também função estética. Apresentam crescimento contínuo e recebem estímulos hormonais e nutricionais diversos.
12 Colo: O segmento do INTESTINO GROSSO entre o CECO e o RETO. Inclui o COLO ASCENDENTE; o COLO TRANSVERSO; o COLO DESCENDENTE e o COLO SIGMÓIDE.
13 Útero: Orgão muscular oco (de paredes espessas), na pelve feminina. Constituído pelo fundo (corpo), local de IMPLANTAÇÃO DO EMBRIÃO e DESENVOLVIMENTO FETAL. Além do istmo (na extremidade perineal do fundo), encontra-se o COLO DO ÚTERO (pescoço), que se abre para a VAGINA. Além dos istmos (na extremidade abdominal superior do fundo), encontram-se as TUBAS UTERINAS.
14 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
15 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
16 Oftalmologista: Médico especializado em diagnosticar e tratar as doenças que acometem os olhos. Podem prescrever óculos de grau e lentes de contato.
17 Demência: Deterioração irreversível e crônica das funções intelectuais de uma pessoa.
18 Menstruação: Sangramento cíclico através da vagina, que é produzido após um ciclo ovulatório normal e que corresponde à perda da camada mais superficial do endométrio uterino.
19 Preventivo: 1. Aquilo que previne ou que é executado por medida de segurança; profilático. 2. Na medicina, é qualquer exame ou grupo de exames que têm por objetivo descobrir precocemente lesão suscetível de evolução ameaçadora da vida, como as lesões malignas. 3. Em ginecologia, é o exame ou conjunto de exames que visa surpreender a presença de lesão potencialmente maligna, ou maligna em estágio inicial, especialmente do colo do útero.
20 Mamas: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
21 Mamografia: Estudo radiológico que utiliza uma técnica especial para avaliar o tecido mamário. Permite diagnosticar tumores benignos e malignos em fase inicial na mama. É um exame que deve ser realizado por mulheres, como prevenção ao câncer.
22 Ultrassonografia: Ultrassonografia ou ecografia é um exame complementar que usa o eco produzido pelo som para observar em tempo real as reflexões produzidas pelas estruturas internas do organismo (órgãos internos). Os aparelhos de ultrassonografia utilizam uma frequência variada, indo de 2 até 14 MHz, emitindo através de uma fonte de cristal que fica em contato com a pele e recebendo os ecos gerados, os quais são interpretados através de computação gráfica.
23 Ovário: Órgão reprodutor (GÔNADAS) feminino. Nos vertebrados, o ovário contém duas partes funcionais Sinônimos: Ovários
24 Densitometria: Medição de densidade óptica em chapas fotográficas.
25 Colo do Fêmur: Porção comprimida do osso da coxa entre cabeça do fêmur e trocanter.
26 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
27 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Complementos

23/03/2006 - Complemento feito por Antonio
Re: Apoio aos pacientes: no Dia Internacional da Mulher, confira um guia especial sobre saúde da mulher
uma verdadeira homenagem à mulher.

  • Entrar
  • Assinar