Atalho: 5RCA0ZR
Gostou do artigo? Compartilhe!

Azeite de oliva extra-virgem contém agente antiinflamatório semelhante ao ibuprofeno em sua composição

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Cientistas do Monell Chemical Senses Center e colaboradores das universidades da Pensilvânia, da universidade de Ciências da Filadélfia e da empresa Firmenich descobriram a presença de um agente natural antiinflamatório, chamado pelos pesquisadores de oleocanthal, no azeite de oliva extra-virgem. Este agente é um antiinflamatório não esteróide com comportamento farmacológico semelhante ao do ibuprofeno. Ele atua inibindo a atividade da enzima1 ciclo-oxigenase (COX).

Esta descoberta é importante pois processos inflamatórios participam de uma série de doenças crônicas que afetam milhares de indivíduos. "Alguns efeitos benéficos da dieta do Mediterrâneo para a saúde2 está de acordo com a atividade anti-COX do oleocanthal presente no azeite de oliva extra-virgem" diz Gary Beauchamp, biólogo do Monell, PhD. Esta pesquisa foi publicada na primeira edição de setembro de 2005 da revista Nature. Os cientistas chegaram a esta descoberta de maneira acidental, a partir da observação de que o azeite de oliva extra-virgem tinha um sabor que irritava a garganta3 de maneira única e não usual, da mesma maneira que o sabor do ibuprofeno. Com isso, avaliaram as propriedades sensoriais de um agente químico sem nome que foi imaginado como responsável pela irritação causada pelo azeite. Quando foi provado que a intensidade da irritação estava diretamente relacionada com a quantidade deste agente presente no azeite, os pesquisadores deram o nome de oleocanthal ao químico (oleo=oliva, azeitona; canth=doer, ferroar; al=aldeído).

Para descartar a possibilidade de que outro agente fosse o responsável pela descoberta, os pesquisadores criaram uma forma sintética idêntica ao oleocanthal e mostraram que a forma sintética produzia exatamente a mesma irritação na garganta3. O co-autor Amos Smith, PhD, explicou que "apenas com a forma sintética poderíamos ter a certeza de que o ingrediente ativo era o oleocanthal". A semelhança entre o oleocanthal e o ibuprofeno fez com que os cientistas conduzissem pesquisas para investigar as propriedades farmacológicas comuns. Os estudos revelaram que, como o ibuprofeno, o oleocanthal inibe a atividade das enzimas COX-1 e COX-2. Por este motivo, os estudos sugerem que o oleocanthal é um agente antiinflamatório natural, com ação igual ao do ibuprofeno e de outros medicamentos antiinflamatórios não esteróides.

Para Paul Breslin, PhD, que dirigiu as pesquisas juntamente com Beauchamp, " A dieta do Mediterrâneo, a qual tem o azeite de oliva como participante central, está sendo associada a vários anos com numerosos benefícios à saúde2, incluindo diminuição do risco de acidente vascular cerebral4, doenças cardíacas, câncer5 de pulmão6 e alguns tipos de demência7. Parece que o oleocanthal traz benefícios quando as dietas usam o óleo de oliva como a principal fonte de gordura8".

De acordo com Beauchamp, as pesquisas futuras vão mostrar como o oleocanthal inibe as enzimas COX e como isto está relacionado com a irritação causada na garganta3.

O Monell Chemical Senses Center é um instituto de pesquisas sem fins lucrativos na Filadélfia, Pensilvânia. Há 35 anos este instituto está focado em estudar os sentidos de maneira multidisciplinar, com cientistas que colaboram na área de sensação e percepção, neurociências e biologia molecular, saúde2 ocupacional e ambiental, nutrição9 e apetite, saúde2 e bem-estar e ecologia química e comunicação.

Fonte: Monell Chemical Senses Center

NEWS.MED.BR, 2005. Azeite de oliva extra-virgem contém agente antiinflamatório semelhante ao ibuprofeno em sua composição. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/877/azeite-de-oliva-extra-virgem-contem-agente-antiinflamatorio-semelhante-ao-ibuprofeno-em-sua-composicao.htm>. Acesso em: 1 dez. 2020.

Complementos

1 Enzima: Proteína produzida pelo organismo que gera uma reação química. Por exemplo, as enzimas produzidas pelo intestino que ajudam no processo digestivo.
2 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
3 Garganta: Tubo fibromuscular em forma de funil, que leva os alimentos ao ESÔFAGO e o ar à LARINGE e PULMÕES. Situa-se posteriormente à CAVIDADE NASAL, à CAVIDADE ORAL e à LARINGE, extendendo-se da BASE DO CRÂNIO à borda inferior da CARTILAGEM CRICÓIDE (anteriormente) e à borda inferior da vértebra C6 (posteriormente). É dividida em NASOFARINGE, OROFARINGE e HIPOFARINGE (laringofaringe).
4 Acidente vascular cerebral: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
5 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
6 Pulmão: Cada um dos órgãos pareados que ocupam a cavidade torácica que tem como função a oxigenação do sangue.
7 Demência: Deterioração irreversível e crônica das funções intelectuais de uma pessoa.
8 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
9 Nutrição: Incorporação de vitaminas, minerais, proteínas, lipídios, carboidratos, oligoelementos, etc. indispensáveis para o desenvolvimento e manutenção de um indivíduo normal.
Gostou do artigo? Compartilhe!

Complementos

21/09/2005 - Complemento feito por Elielma
Azeite de Oliva e olecanthal
A descoberta de novos componentes em alimentos como o azeite de oliva extra-virgem só nos favorece ao ponto de salientarmos o que Hipócretes pregava a milênios atrás; " Faça do alimento seu medicamento". Com certeza ainda há muito a se pesquisar, mais com certeza sempre iremos nos surpreender com a descoberta de novos nutracêuticos.

Adorei a matéria.

  • Entrar
  • Assinar