Gostou do artigo? Compartilhe!

Herpes zoster pode aumentar em 30% o risco de derrame cerebral, segundo artigo publicado na Stroke

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Adultos com herpes zoster1 têm risco aumentado de derrame2 cerebral, principalmente se o vírus3 atacar os olhos4, segundo estudo publicado na revista científica Stroke. O risco é 30% maior para todos os tipos de derrame2 e aproximadamente três vezes maior para o acidente vascular cerebral5 do tipo hemorrágico6.

O estudo não é o primeiro a mostrar o risco elevado de derrame2 nos pacientes com manifestação de herpes zoster1, mas é o único a quantificar este risco. Comparados a adultos sem herpes zoster1, aqueles que manifestam esta patologia7 têm um risco 30% maior de sofrer um acidente vascular cerebral5 em um intervalo de até um ano após o zoster1. Aqueles pacientes cuja manifestação atingiu os olhos4 ou área próxima aos olhos4 têm um risco ainda maior, quatro vezes superior aos pacientes que não tiveram zoster1.

Um total de 7760 pacientes que receberam tratamento para herpes zoster1 foi incluído na pesquisa e 23.280 participaram no grupo comparativo que não apresentava nem zoster1, nem derrame2. Desses, 439 pacientes desenvolveram derrame2 no intervalo de um ano, ou seja, 133 indivíduos (1,71% dos pacientes que tiveram herpes zoster1) e 306 indivíduos (1,31% do grupo controle).

 

Fonte: Stroke - Publicação online de 8 de outubro de 2009

NEWS.MED.BR, 2009. Herpes zoster pode aumentar em 30% o risco de derrame cerebral, segundo artigo publicado na Stroke. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/42098/herpes-zoster-pode-aumentar-em-30-o-risco-de-derrame-cerebral-segundo-artigo-publicado-na-stroke.htm>. Acesso em: 16 out. 2019.

Complementos

1 Zoster: Doença produzida pelo mesmo vírus que causa a varicela (Varicela-Zóster). Em pessoas que já tenham tido varicela, o vírus se encontra em forma latente e pode ser reativado produzindo as características manchas avermelhadas, vesículas e crostas no território de distribuição de um determinado nervo. Como seqüela pode deixar neurite, com dores importantes.
2 Derrame: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
3 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
4 Olhos:
5 Acidente vascular cerebral: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
6 Hemorrágico: Relativo à hemorragia, ou seja, ao escoamento de sangue para fora dos vasos sanguíneos.
7 Patologia: 1. Especialidade médica que estuda as doenças e as alterações que estas provocam no organismo. 2. Qualquer desvio anatômico e/ou fisiológico, em relação à normalidade, que constitua uma doença ou caracterize determinada doença. 3. Por extensão de sentido, é o desvio em relação ao que é próprio ou adequado ou em relação ao que é considerado como o estado normal de uma coisa inanimada ou imaterial.
Gostou do artigo? Compartilhe!