Gostou do artigo? Compartilhe!

Maior quantidade de melanina na pele pode estar associada a maior dependência de nicotina, segundo artigo do Pharmacology Biochemistry and Behavior

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, publicado na revista Pharmacology Biochemistry and Behavior, mostra uma associação positiva entre a maior quantidade de melanina1 na pele2 e a dependência à nicotina.

Participaram do estudo 147 adultos fumantes afrodescendentes. Foram realizados questionários a respeito de dados demográficos e sociais relacionados ao hábito de fumar e à cor da pele2. A média de cigarros fumados por dia, o teste de Fagerström e a concentração de cotinina (substância encontrada na saliva, através da qual pode-se medir a quantidade de nicotina absorvida pelo fumante) foram avaliados para medir a dependência à nicotina. Após análises estatísticas, os resultados suportam a hipótese de uma associação positiva entre os níveis mais altos de melanina1 e o uso, dependência e exposição ao cigarro entre fumantes afrodescentes. Foi observado que quanto mais melanina1, maiores os depósitos de nicotina acumulados, agravando a dependência.

É sabido que pessoas de pele2 mais escura, com mais melanina1, têm maior dificuldade de largar o cigarro e sofrem mais com as doenças causadas por esta dependência. O Dr. Gare King, médico da Universidade da Pensilvânia e um dos coordenadores do estudo, disse que entender a conexão entre os aspectos biológicos da cor da pele2 e o uso de nicotina é fundamental para ajudar principalmente as pessoas com pele2 mais escura a largar o vício do cigarro.

Pesquisas futuras são necessárias tanto entre afrodescendentes, como em outros grupos populacionais para maior esclarecimento desta descoberta.

Fonte: Pharmacology Biochemistry and Behavior

NEWS.MED.BR, 2009. Maior quantidade de melanina na pele pode estar associada a maior dependência de nicotina, segundo artigo do Pharmacology Biochemistry and Behavior. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/35728/maior-quantidade-de-melanina-na-pele-pode-estar-associada-a-maior-dependencia-de-nicotina-segundo-artigo-do-pharmacology-biochemistry-and-behavior.htm>. Acesso em: 12 jul. 2020.

Complementos

1 Melanina: Cada uma das diversas proteínas de cor marrom ou preta, encontrada como pigmento em vegetais e animais.
2 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
Gostou do artigo? Compartilhe!