Atalho: 6DPXS79
Gostou do artigo? Compartilhe!

Descoberta proteína que participa da calvície masculina, de acordo com artigo da Science Translational Medicine

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia descobriram que níveis elevados de uma proteína, chamada prostaglandina1 D sintetase, nas células2 dos folículos pilosos localizados em regiões calvas do couro cabeludo, mas não nas zonas com cabelos, pode ser uma das explicações para a queda de cabelo3 masculina. O papel da testosterona e de fatores genéticos continua sendo essencial na alopécia androgenética4.

O estudo, publicado na revista Science Translational Medicine, talvez revele uma possibilidade para o desenvolvimento de novos medicamentos para o tratamento da alopécia androgenética4.

Segundo George Cotsarelis, coordenador do trabalho, a pesquisa mostrou que a proteína prostaglandina1 D sintetase está elevada no couro cabeludo calvo dos homens e que ela inibe o crescimento de cabelos. Ratos geneticamente modificados para ter níveis elevados dessa proteína ficaram completamente carecas.

Os cientistas também mostraram que pelos de folículos pilosos humanos transplantados pararam de crescer na presença da proteína. A inibição do crescimento do cabelo3 é desencadeada quando a proteína se liga a um receptor nas células2 dos folículos pilosos.

Os investigadores dizem que há potencial para o desenvolvimento de um tratamento que pode ser aplicado no couro cabeludo para prevenir a calvície5 e possivelmente ajudar no crescimento dos cabelos.

Fonte: Science Translational Medicine

NEWS.MED.BR, 2012. Descoberta proteína que participa da calvície masculina, de acordo com artigo da Science Translational Medicine. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/291155/descoberta-proteina-que-participa-da-calvicie-masculina-de-acordo-com-artigo-da-science-translational-medicine.htm>. Acesso em: 28 fev. 2020.

Complementos

1 Prostaglandina: É qualquer uma das várias moléculas estruturalmente relacionadas, lipossolúveis, derivadas do ácido araquidônico. Ela tem função reguladora de diversas vias metabólicas.
2 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
3 Cabelo: Estrutura filamentosa formada por uma haste que se projeta para a superfície da PELE a partir de uma raiz (mais macia que a haste) e se aloja na cavidade de um FOLÍCULO PILOSO. É encontrado em muitas áreas do corpo.
4 Alopécia androgenética: Também chamada de calvície masculina é uma manifestação fisiológica que ocorre em indivíduos geneticamente predispostos, sendo que a herança genética pode vir do lado paterno ou materno. É resultado da estimulação dos folículos pilosos por hormônios masculinos que começam a ser produzidos na adolescência (testosterona). Ao atingir o couro cabeludo de pacientes com tendência genética para a calvície, a testosterona sofre a ação de uma enzima, a 5-alfa-redutase, e é transformada em diidrotestosterona (DHT). É a DHT que vai agir sobre os folículos pilosos promovendo a sua diminuição progressiva. O resultado final deste processo de diminuição e afinamento dos fios de cabelo é a calvície.
5 Calvície: Também chamada de alopécia androgenética é uma manifestação fisiológica que ocorre em indivíduos geneticamente predispostos, sendo que a herança genética pode vir do lado paterno ou materno. É resultado da estimulação dos folículos pilosos por hormônios masculinos que começam a ser produzidos na adolescência (testosterona). Ao atingir o couro cabeludo de pacientes com tendência genética para a calvície, a testosterona sofre a ação de uma enzima, a 5-alfa-redutase, e é transformada em diidrotestosterona (DHT). É a DHT que vai agir sobre os folículos pilosos promovendo a sua diminuição progressiva. O resultado final deste processo de diminuição e afinamento dos fios de cabelo é a calvície.
Gostou do artigo? Compartilhe!