Gostou do artigo? Compartilhe!

Amostragem de fluido intersticial da pele humana usando um adesivo de microagulhas pode ajudar a revelar problemas de saúde

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Biofluidos como saliva, sangue1, urina2, lágrimas e fluido intersticial3 contêm proteínas4 e podem ser isolados para diagnosticar e monitorar condições de saúde5.

O fluido intersticial3 dos tecidos (FIT) é o líquido que envolve nossas células6. Ele vaza de nossos vasos sanguíneos7 para as células6 de nosso corpo para fornecer nutrientes essenciais, ao mesmo tempo que remove resíduos.

Esse fluido é uma fonte subutilizada de biomarcadores que complementa as fontes convencionais, como sangue1 e urina2. No entanto, o FIT recebeu atenção limitada devido em grande parte à falta de métodos simples de coleta.

Agora, um adesivo feito de pequenas agulhas pode tirar a amostra desse líquido entre as células6 e pode ser mais fácil de usar e menos invasivo do que os exames de sangue1 normais.

Leia sobre "Exames laboratoriais básicos de sangue1", "Importância do exame de urina8" e "Por que fazer um check-up médico".

“O fluido que preenche os espaços entre as células6 nos tecidos constitui quase um quarto dos nossos fluidos corporais”, diz Mark Prausnitz, do Instituto de Tecnologia da Geórgia.

Ele e seus colegas desenvolveram um adesivo feito de cinco microagulhas de aço inoxidável que podem criar pequenos furos na pele9 de uma pessoa. Eles testaram o adesivo em 21 pessoas, usando-o para retirar pequenas quantidades de fluido intersticial3 do corpo e comparando-o com amostras de sangue1. O estudo descrevendo a descoberta foi publicado na Science Translational Medicine.

Os pesquisadores desenvolveram um método baseado em microagulhas que usou sucção suave para isolar o fluido intersticial3 da pele9. A espectrometria de massa foi usada para comparar os metabólitos10 no fluido intersticial3, no fluido da bolha11 de sucção e no plasma12 de indivíduos saudáveis e para observar a farmacodinâmica da glicose13 em crianças com diabetes14. O estudo demonstrou que a amostragem por microagulha pode fornecer um método minimamente invasivo para análise de biomarcadores de fluido intersticial3.

No estudo, o método para amostrar o FIT de pele9 humana foi bem tolerado pelos participantes. Usando um adesivo de microagulha para criar uma matriz de microporos na pele9 juntamente com sucção suave, os pesquisadores recolheram amostras de FIT de 21 participantes humanos e identificaram biomarcadores clinicamente relevantes e às vezes distintos em FIT quando comparados a amostras de plasma12 acompanhantes com base em análise de espectrometria de massa.

Muitos biomarcadores usados ​​na pesquisa e na prática clínica atual eram comuns ao FIT e ao plasma12. Como o FIT não coagula, esses biomarcadores podem ser monitorados continuamente no FIT de maneira semelhante aos monitores contínuos de glicose13 atuais, mas sem a necessidade de um sensor subcutâneo15 permanente.

Biomarcadores distintos do FIT incluem moléculas associadas à fisiologia16 sistêmica e dermatológica, bem como compostos exógenos de exposições ambientais.

Também foi determinado que a farmacocinética da cafeína em adultos saudáveis ​​e a farmacodinâmica da glicose13 em crianças e adultos jovens com diabetes14 eram semelhantes no FIT e no plasma12.

Assim, os pesquisadores encontraram níveis semelhantes de compostos importantes em ambas as amostras, incluindo glicose13, cafeína e vitamina17 D. Eles dizem que isso significa que a abordagem poderia ser usada para testar esses compostos e diagnosticar problemas de saúde5 relacionados aos seus níveis, como diabetes14. Como as agulhas do adesivo são muito menores do que as normais, a pele9 pode cicatrizar das perfurações em um dia.

No geral, esse estudo fornece um método minimamente invasivo para amostrar o fluido intersticial3 do tecido18 dérmico usando microagulhas e demonstra o fluido intersticial3 humano como uma fonte de biomarcadores que podem permitir a pesquisa e tradução para futuras aplicações clínicas.

“Essa abordagem pode ser mais aceitável do que exames de sangue1 – especialmente em medicina pediátrica”, diz Timothy Miles Rawson, do Imperial College London.

Veja também sobre "Composição e funções do sangue1", "Funções da saliva" e "Como medir a glicose13 no sangue1".

 

Fontes:
Science Translational Medicine, publicação em 25 de novembro de 2020.
New Scientist, notícia publicada em 25 de novembro de 2020.

 

NEWS.MED.BR, 2020. Amostragem de fluido intersticial da pele humana usando um adesivo de microagulhas pode ajudar a revelar problemas de saúde. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1383953/amostragem-de-fluido-intersticial-da-pele-humana-usando-um-adesivo-de-microagulhas-pode-ajudar-a-revelar-problemas-de-saude.htm>. Acesso em: 25 jan. 2021.

Complementos

1 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
2 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
3 Intersticial: Relativo a ou situado em interstícios, que são pequenos espaços entre as partes de um todo ou entre duas coisas contíguas (por exemplo, entre moléculas, células, etc.). Na anatomia geral, diz-se de tecido de sustentação localizado nos interstícios de um órgão, especialmente de vasos sanguíneos e tecido conjuntivo.
4 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
5 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
6 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
7 Vasos Sanguíneos: Qualquer vaso tubular que transporta o sangue (artérias, arteríolas, capilares, vênulas e veias).
8 Exame de urina: Também chamado de urinálise, o teste de urina é feito através de uma amostra de urina e pode diagnosticar doenças do sistema urinário e outros sistemas do organismo. Alguns testes são feitos em uma amostra simples e outros pela coleta da urina durante 24 horas. Pode ser feita uma cultura da urina para verificar o crescimento de bactérias na urina.
9 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
10 Metabólitos: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.
11 Bolha: 1. Erupção cutânea globosa entre as camadas superficiais da epiderme, cheia de serosidade, líquido claro, pus ou sangue, causada por inflamação, queimadura, atrito, efeito de certas enfermidades, etc. Deve ter mais de 0,5 cm. Quando tem um tamanho menor devem ser chamadas de “vesículas”. 2. Bola ou glóbulo cheio de gás, ar ou vapor que se forma (ou se formou) em alguma substância líquida ou pastosa, especialmente ao ser agitada ou por ebulição ou fermentação. 3. Saliência oca em uma superfície.
12 Plasma: Parte que resta do SANGUE, depois que as CÉLULAS SANGÜÍNEAS são removidas por CENTRIFUGAÇÃO (sem COAGULAÇÃO SANGÜÍNEA prévia).
13 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
14 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
15 Subcutâneo: Feito ou situado sob a pele. Hipodérmico.
16 Fisiologia: Estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos, especialmente dos processos físico-químicos que ocorrem nas células, tecidos, órgãos e sistemas dos seres vivos sadios.
17 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
18 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
Gostou do artigo? Compartilhe!