Gostou do artigo? Compartilhe!

Refrigerantes adocicados artificialmente podem aumentar risco de parto prematuro, segundo estudo do AJCN

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Estudo prospectivo1 de coorte2, realizado com 59.334 grávidas dinamarquesas, avaliou a relação entre o consumo de refrigerantes artificialmente adocicados e o risco de partos prematuros. O estudo foi publicado no The American Journal of Clinical Nutrition (AJCN) e mostrou que o consumo diário destes refrigerantes aumenta o risco de parto prematuro.

Refrigerantes adocicados com açúcar3 já foram associados a vários efeitos adversos à saúde4, principalmente ao ganho de peso exagerado. Os refrigerantes adocicados artificialmente (com adoçantes) são vistos como uma alternativa de consumo. Entretanto, a segurança do uso destes refrigerantes por mulheres grávidas ainda foi pouco estudado.

Pesquisadores da Dinamarca conduziram um estudo prospectivo1 de coorte2 em que analisaram 59.334 grávidas do Danish National Birth Cohort, a ingestão de refrigerantes durante a gravidez5 e associaram este consumo ao risco de parto prematuro (antes de 37 semanas de gestação).

Nos resultados, foi observada uma relação de grande aumento no risco de partos prematuros e o consumo de refrigerantes adocicados artificialmente, tanto em mulheres com peso normal, quanto naquelas acima do peso. Não foram observadas alterações no risco de parto prematuro quando refrigerantes adocicados com açúcar3 eram consumidos. O ganho de peso nestes casos não foi objetivo do estudo.

Para mais esclarecimentos, novos estudos nesta área precisam ser realizados, de acordo com o grupo de cientistas.

Fonte: The American Journal of Clinical Nutrition, volume 92 de setembro de 2010

NEWS.MED.BR, 2010. Refrigerantes adocicados artificialmente podem aumentar risco de parto prematuro, segundo estudo do AJCN. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/71302/refrigerantes-adocicados-artificialmente-podem-aumentar-risco-de-parto-prematuro-segundo-estudo-do-ajcn.htm>. Acesso em: 14 nov. 2019.

Complementos

1 Prospectivo: 1. Relativo ao futuro. 2. Suposto, possível; esperado. 3. Relativo à preparação e/ou à previsão do futuro quanto à economia, à tecnologia, ao plano social etc. 4. Em geologia, é relativo à prospecção.
2 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
3 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
4 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
5 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
Gostou do artigo? Compartilhe!