Atalho: 5US2VDE
Gostou do artigo? Compartilhe!

Estudo de Cambridge mostra sucesso em novo tratamento para alergia ao amendoim

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Após acompanhamento de pacientes por três anos, especialistas em Alergia1 da Universidade de Cambridge têm provas convincentes de que um novo tratamento para alergia1 ao amendoim é eficaz. A pesquisa foi publicada no periódico Clinical and Experimental Allergy deste mês.

Seguindo um pequeno ensaio clínico realizado em 2009, a equipe de Alergia1 da Universidade de Cambridge conduziu um estudo maior, envolvendo 22 crianças. O grupo da Dra. Pamela Ewan, do Departamento de Medicina, fez a pesquisa no Hospital Addenbrooke envolvendo um regime alimentar cuidadoso com chocolate contendo farinha de amendoim em doses crescentes para pacientes2 com alergia1 grave ao amendoim.

Antes de iniciar o novo tratamento, as crianças envolvidas no estudo reagiam a pequenas quantidades de amendoim. Após o tratamento, 19 das 22 crianças foram capazes de comer cinco amendoins por dia, duas tiveram sucesso parcial - comendo dois ou três amendoins em um dia - e uma abandonou o estudo no início.

Segundo o Dr. Andrew Clark, esta é a primeira vez que um estudo de alergia1 ao amendoim mostrou um nível tão elevado de sucesso. A dessensibilização3 mostrou-se efetiva ainda durante seis meses após o estudo.

A alergia1 ao amendoim é comum, afeta cerca de 1 a 2% das crianças jovens e pode causar reações graves ou fatais. Até o momento não há tratamento satisfatório para este tipo de alergia1. O diagnóstico4 tem impacto importante na vida familiar dos pacientes, pelo medo da ocorrência de reações graves e a ansiedade para fazer escolhas alimentares para estas crianças.

Os pesquisadores de Cambridge pretendem ampliar o tratamento inovador para outras crianças.

Fonte: University of Cambridge

NEWS.MED.BR, 2011. Estudo de Cambridge mostra sucesso em novo tratamento para alergia ao amendoim. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/175692/estudo-de-cambridge-mostra-sucesso-em-novo-tratamento-para-alergia-ao-amendoim.htm>. Acesso em: 16 nov. 2019.

Complementos

1 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
2 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
3 Dessensibilização: É uma maneira de parar ou diminuir a resposta a reações alérgicas a algumas coisas. Por exemplo, se uma pessoa apresenta uma reação alérgica a alguma substância, o médico dá a esta pessoa uma pequena quantidade desta substância para aumentar a sua tolerância e vai aumentando esta quantidade progressivamente. Após um período de tempo, maiores doses são oferecidas antes que a dose total seja dada. É uma maneira de ajudar o organismo a prevenir as reações alérgicas.
4 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
Gostou do artigo? Compartilhe!