Gostou do artigo? Compartilhe!

FDA aprova novo uso médico do Plavix e beneficia pacientes que sofreram infarto do miocárdio com supra-desnivelamento do segmento ST

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O Food and Drug Administration (FDA) aprovou, no último dia 17, uma nova indicação para o uso do antiagregante plaquetário PLAVIX® (bissulfato de clopidogrel) que beneficia pacientes que tiveram infarto1 agudo2 do miocárdio3 com supra-desnivelamento do segmento ST (conhecido pela sigla em inglês STEMI).

Um STEMI é um infarto1 severo causado pela obstrução súbita e total de uma artéria4 coronária. Essa obstrução é decorrente da formação de um trombo5 sangüíneo em uma artéria4, complicação resultante de uma doença subjacente conhecida por aterotrombose, que coloca em risco o prognóstico6 do paciente. Entretanto, ainda falta confirmar se esse benefício estende-se aos pacientes submetidos a uma angioplastia7 primária (procedimento cirúrgico realizado com o intuito de desobstruir uma artéria4 do paciente).

Segundo a American Heart Association, a cada ano 300.000 americanos sofrem um infarto1 do tipo STEMI.

O Plavix já demonstrou que pode reduzir o risco de morte, de recidiva8 de infarto do miocárdio9 ou acidente vascular cerebral10 em pacientes com angina11 instável ou que apresentaram um infarto do miocárdio9 menos severo já que previne bloqueios subseqüentes em um vaso cardíaco já danificado.

Os estudos COMMIT (Clopidogrel and Metoprolol in Myocardial Infarction Trial) e o CLARITY (Clopidogrel as Adjunctive Reperfusion Therapy) demonstraram que o clopidogrel é aprovado pelo FDA para ser administrado em associação ao ácido acetilsalicílico a pacientes que apresentam uma forma mais severa de infarto do miocárdio9. Assim sendo, os benefícios do clopidogrel podem ser estendidos a todos os pacientes que apresentam alguma das manifestações clínicas da síndrome12 coronária.

Os efeitos colaterais13 do Plavix podem ser sérios e incluem sangramentos, redução dos glóbulos brancos e púrpura14 trombocitopênica trombótica15.

O Clopidogrel é comercializado no mundo inteiro pela Sanofi-aventis e Bristol-Myers Squibb. No Brasil, a Sanofi-aventis comercializa o produto sob a marca Plavix®.

Fonte: Food and Drug Administration

NEWS.MED.BR, 2006. FDA aprova novo uso médico do Plavix e beneficia pacientes que sofreram infarto do miocárdio com supra-desnivelamento do segmento ST. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/pharma-news/1866/fda-aprova-novo-uso-medico-do-plavix-e-beneficia-pacientes-que-sofreram-infarto-do-miocardio-com-supra-desnivelamento-do-segmento-st.htm>. Acesso em: 26 jan. 2020.

Complementos

1 Infarto: Morte de um tecido por irrigação sangüínea insuficiente. O exemplo mais conhecido é o infarto do miocárdio, no qual se produz a obstrução das artérias coronárias com conseqüente lesão irreversível do músculo cardíaco.
2 Agudo: Descreve algo que acontece repentinamente e por curto período de tempo. O oposto de crônico.
3 Miocárdio: Tecido muscular do CORAÇÃO. Composto de células musculares estriadas e involuntárias (MIÓCITOS CARDÍACOS) conectadas, que formam a bomba contrátil geradora do fluxo sangüíneo. Sinônimos: Músculo Cardíaco; Músculo do Coração
4 Artéria: Vaso sangüíneo de grande calibre que leva sangue oxigenado do coração a todas as partes do corpo.
5 Trombo: Coágulo aderido à parede interna de uma veia ou artéria. Pode ocasionar a diminuição parcial ou total da luz do mesmo com sintomas de isquemia.
6 Prognóstico: 1. Juízo médico, baseado no diagnóstico e nas possibilidades terapêuticas, em relação à duração, à evolução e ao termo de uma doença. Em medicina, predição do curso ou do resultado provável de uma doença; prognose. 2. Predição, presságio, profecia relativos a qualquer assunto. 3. Relativo a prognose. 4. Que traça o provável desenvolvimento futuro ou o resultado de um processo. 5. Que pode indicar acontecimentos futuros (diz-se de sinal, sintoma, indício, etc.). 6. No uso pejorativo, pernóstico, doutoral, professoral; prognóstico.
7 Angioplastia: Método invasivo mediante o qual se produz a dilatação dos vasos sangüíneos arteriais afetados por um processo aterosclerótico ou trombótico.
8 Recidiva: 1. Em medicina, é o reaparecimento de uma doença ou de um sintoma, após período de cura mais ou menos longo; recorrência. 2. Em direito penal, significa recaída na mesma falta, no mesmo crime; reincidência.
9 Infarto do miocárdio: Interrupção do suprimento sangüíneo para o coração por estreitamento dos vasos ou bloqueio do fluxo. Também conhecido por ataque cardíaco.
10 Acidente vascular cerebral: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
11 Angina: Inflamação dos elementos linfáticos da garganta (amígdalas, úvula). Também é um termo utilizado para se referir à sensação opressiva que decorre da isquemia (falta de oxigênio) do músculo cardíaco (angina do peito).
12 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
13 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
14 Púrpura: Lesão hemorrágica de cor vinhosa, que não desaparece à pressão, com diâmetro superior a um centímetro.
15 Trombótica: Relativo à trombose, ou seja, à formação ou desenvolvimento de um trombo (coágulo).
Gostou do artigo? Compartilhe!