news.med.br
Medical Journal - 18/09/17
Revisão publicada pelo BMJ Open Diabetes1 Research & Care concluiu que dietas com ingestão baixa ou moderada de carboidratos têm maior efeito sobre o controle glicêmico no diabetes tipo 22, em comparação com dietas ricas em carboidratos no primeiro ano de intervenção. Quanto maior a restrição de carboidratos, maior a redução da glicose3, uma relação que não foi demonstrada anteriormente.
1 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
2 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
3 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
   [Mais...]

Medical Journal - 16/08/17
Alicja R. Rudnicka, pesquisadora do Population Health Research Institute, da St George’s University of London, e demais colaboradores, pesquisaram as associações entre a duração do sono e os marcadores de risco para DM2 em crianças.   [Mais...]
Saúde - 30/06/17
Sulforafano reduz a produção de glicose1 hepática2 e melhora o controle glicêmico em pacientes com diabetes tipo 23, ajudando a reduzir a glicemia4 destes pacientes.
1 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
2 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
3 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
4 Glicemia: Valor de concentração da glicose do sangue. Seus valores normais oscilam entre 70 e 110 miligramas por decilitro de sangue (mg/dl).
   [Mais...]

Medical Journal - 27/04/17
Estudo de coorte1 retrospectivo2, publicado pelo periódico Journal of the Endocrine Society, mostrou que o aumento da obesidade3 está contribuindo para a crescente incidência4 de diabetes mellitus5 tipo 2 (DM2), mas não de diabetes mellitus5 do tipo 1 (DM1), entre crianças e adultos jovens no Reino Unido.
1 Estudo de coorte: Um estudo de coorte é realizado para verificar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.
2 Retrospectivo: Relativo a fatos passados, que se volta para o passado.
3 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
4 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
5 Diabetes mellitus: Distúrbio metabólico originado da incapacidade das células de incorporar glicose. De forma secundária, podem estar afetados o metabolismo de gorduras e proteínas.Este distúrbio é produzido por um déficit absoluto ou relativo de insulina. Suas principais características são aumento da glicose sangüínea (glicemia), poliúria, polidipsia (aumento da ingestão de líquidos) e polifagia (aumento da fome).
   [Mais...]

Saúde - 16/03/17
Dietas com baixo teor de glúten1 podem estar associadas a maior risco de desenvolvimento de diabetes tipo 22. O estudo foi apresentado na conferência Lifestyle Scientific Sessions 2017, da American Heart Association, em Portland.
1 Glúten: Substância viscosa, extraída de cereais, depois de eliminado o amido. É uma proteína composta pela mistura das proteínas gliadina e glutenina.
2 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
   [Mais...]

Saúde - 07/03/17
Em busca de novas possibilidades terapêuticas para a diabetes1, pesquisadores do Mount Sinai Hospital fizeram triagem de mais de 100 mil moléculas e apenas uma se destacou como capaz de induzir reprodução2 das células3 pancreáticas produtoras de insulina4: a harmina. Esta molécula primeiramente encontrada nas sementes da planta Peganum harmala ou arruda da Síria é também a principal molécula com efeitos farmacológicos no “cipó das almas” ou "ayahuasca".
1 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
2 Reprodução: 1. Função pela qual se perpetua a espécie dos seres vivos. 2. Ato ou efeito de reproduzir (-se). 3. Imitação de quadro, fotografia, gravura, etc.
3 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
4 Insulina: Hormônio que ajuda o organismo a usar glicose como energia. As células-beta do pâncreas produzem insulina. Quando o organismo não pode produzir insulna em quantidade suficiente, ela é usada por injeções ou bomba de insulina.
   [Mais...]

Medical Journal - 31/01/17
Pacientes e médicos devem estar cientes de que o aparecimento de diabetes1 ou a rápida deterioração da diabetes1 existente, que exige tratamento mais agressivo, pode ser um sinal2 precoce de câncer3 de pâncreas4 oculto, de acordo com pesquisa apresentada no 2017 European Cancer3 Congress.
1 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
2 Sinal: 1. É uma alteração percebida ou medida por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida. 2. Som ou gesto que indica algo, indício. 3. Dinheiro que se dá para garantir um contrato.
3 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
4 Pâncreas: Órgão nodular (no ABDOME) que abriga GLÂNDULAS ENDÓCRINAS e GLÂNDULAS EXÓCRINAS. A pequena porção endócrina é composta pelas ILHOTAS DE LANGERHANS, que secretam vários hormônios na corrente sangüínea. A grande porção exócrina (PÂNCREAS EXÓCRINO) é uma glândula acinar composta, que secreta várias enzimas digestivas no sistema de ductos pancreáticos (que desemboca no DUODENO).
   [Mais...]

Medical Journal - 06/01/17
Avaliando dados da população indígena americana, uma equipe de pesquisadores dos EUA descobriu que não havia diferença significativa entre os testes de concentração de HbA1c1, glicose2 de jejum e glicemia pós-prandial3 (2hPG) na identificação de crianças que mais tarde desenvolveram diabetes4. A pesquisa foi publicada na edição de janeiro do Diabetes4 Care.
1 HbA1C: Hemoglobina glicada, hemoglobina glicosilada, glico-hemoglobina ou HbA1C e, mais recentemente, apenas como A1C é uma ferramenta de diagnóstico na avaliação do controle glicêmico em pacientes diabéticos. Atualmente, a manutenção do nível de A1C abaixo de 7% é considerada um dos principais objetivos do controle glicêmico de pacientes diabéticos. Algumas sociedades médicas adotam metas terapêuticas mais rígidas de 6,5% para os valores de A1C.
2 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
3 Glicemia pós-prandial: Teste de glicose feito entre 1 a 2 horas após refeição.
4 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
   [Mais...]

Medical Journal - 03/01/17
O Annals of Internal Medicine publicou a atualização do protocolo de tratamento clínico do American College of Physicians (ACP), com as novas recomendações dos melhores tratamentos para o controle do diabetes mellitus1 tipo 2. Confira as novidades.
1 Diabetes mellitus: Distúrbio metabólico originado da incapacidade das células de incorporar glicose. De forma secundária, podem estar afetados o metabolismo de gorduras e proteínas.Este distúrbio é produzido por um déficit absoluto ou relativo de insulina. Suas principais características são aumento da glicose sangüínea (glicemia), poliúria, polidipsia (aumento da ingestão de líquidos) e polifagia (aumento da fome).
   [Mais...]

Saúde - 07/10/16
O aparecimento do diabetes tipo 11 é tão provável de ocorrer em pessoas com mais de 30 anos de idade como naquelas mais jovens, segundo mostra uma nova pesquisa apresentada na 52ª Reunião Anual da European Association for the Study of Diabetes2 2016, na Alemanha, pelo Dr. Nicholas JM Thomas, do Institute of Biomedical and Clinical Science, da University of Exeter Medical School, no Reino Unido.
1 Diabetes tipo 1: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada por deficiência na produção de insulina. Ocorre quando o próprio sistema imune do organismo produz anticorpos contra as células-beta produtoras de insulina, destruindo-as. O diabetes tipo 1 se desenvolve principalmente em crianças e jovens, mas pode ocorrer em adultos. Há tendência em apresentar cetoacidose diabética.
2 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
   [Mais...]

Mostrar: 10
< - 1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - > - >>
31 a 40 (Total: 202)
  • Entrar
  • Assinar